Suspeita de estupro: homem é preso preventivamente

Segundo a DPCami de Palhoça, o homem seria padrasto da vítima, de 13 anos. Prisão aconteceu com apoio das delegacias de Tubarão e Criciúma, onde foi encontrado

40e54a7b4227668cb5a1f84018295089.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO

Um homem de Palhoça foi preso, preventivamente, por suspeita de estupro de vulnerável, nesta quarta-feira (25). Após a coleta de elementos de autoria e materialidade do delito, a Delegacia de Proteção a Crianças, Adolescentes, Mulheres e Idosos (DPCami) de Palhoça trabalha com a hipótese de que o suspeito seja o padrasto da vítima, de 13 anos de idade. Os abusos aconteciam desde os 11 anos da jovem. 

Conforme informações colhidas no decorrer das apurações, o investigado já havia agredido a vítima e ameaçava a adolescente de morte durante os abusos sexuais.

A equipe, coordenada pela delegada Daiana da Luz, da DPCami de Palhoça, ouviu testemunhas e a própria vítima, que foi acolhida pela psicóloga da delegacia. O inquérito policial será enviado, ainda nesta semana, para o Poder Judiciário. O homem não teve o nome divulgado.

Após notícias de que o investigado teria escapado de Palhoça, onde residia, os agentes receberem a informação de que ele poderia estar na região Sul do estado. A DPCami de Criciúma, nesta quarta-feira (25), encontrou o homem e deu cumprimento ao respectivo mandado de prisão. Após ser interrogado, foi encaminhado ao sistema prisional. 

 

Dados oficiais

De acordo com informações disponibilizadas em painel da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Santa Catarina, já foram consumados oito casos de estupro de vulnerável, neste ano, no município de Palhoça. Em todo o ano de 2019, foram 27. Em território estadual, são 500 casos registrados em 2020.

 

Quer participar do grupo de WhatsApp do Palhocense?
Clique no link de acesso!



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg