Dia das Mães: CDL de PH avalia cenário econômico

Mesmo no pior ano de atividade comercial em décadas, expectativa do comércio é positiva

24d6b80ea73933997aee4a04302995fd.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO

Por: Willian Schütz*

Além da retribuição do carinho, o Dia das Mães, que neste ano será comemorado no domingo (9), é marcado pela entrega de presentes. Por isso, a data costuma ser destacada pelos comerciantes. No entanto, 2021 será o segundo ano em que a comemoração estará ambientada no clima das normas de distanciamento social, por conta da pandemia de Covid-19. Mesmo em um ano complicado para o comércio, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Palhoça tem expectativa otimista. 

Em nota, a CDL afirma que este ano está apresentando, “sem sombra de dúvida, o maior revés da atividade comercial das últimas décadas”. “Nesse contexto adverso, nossos bravos empresários persistem; reinventam-se a cada dia, fazendo muitas curvas e dando ‘nós em pingos d’água’”, expressa a direção da entidade. 

Ainda segundo a instituição, para este Dia das Mães, “os comerciantes têm se mostrado bastante otimistas e esperam um satisfatório volume de vendas até o próximo final de semana”. “Diante da quase inexistência de apoio governamental, resta apenas aos nossos empresários palhocenses contarem consigo mesmos. O fator vendas é a nossa única esperança de sairmos de fundo de poço em que nos encontramos atualmente”, avalia o empresário Almir Anísio Rosa, presidente da CDL palhocense.


Expectativa: melhor do que em 2020

Levantamento realizado pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL/SC) aponta que 53% dos entrevistados acreditam que as vendas para o Dia das Mães deste ano serão superiores às registradas no mesmo período do ano passado. Outros 36% avaliam que o resultado deve ser igual.

A pesquisa foi feita junto a 400 empresas associadas que atuam no varejo em 20 cidades com maior potencial de consumo. Mesmo com os impactos da pandemia, a maior parte dos entrevistados (39,9%) avalia que o crescimento nas vendas será de até 4%. “O Dia das Mães é uma das principais datas do comércio, atrás apenas do Natal. O otimismo identificado no varejo catarinense é um importante sinal de uma retomada do horizonte pós-pandemia. Lembrando sempre que todos os cuidados sanitários continuam sendo rigorosamente cumpridos nas lojas, para segurança dos funcionários e dos clientes”, avalia Ivan Roberto Tauffer, presidente da FCDL/SC.

* Sob a supervisão de Alexandre Bonfim*

 

Quer participar do grupo de WhatsApp do Palhocense?

Clique no link de acesso!



Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg