Governador reúne diretores de escolas estaduais

Diretores assinaram um tempo de compromisso de gestão

fc257553581374292ac426c844847cce.jpg Foto: MAURÍCIO VIEIRA/SECOM/DIVULGAÇÃO

Os novos diretores de 1.035 escolas da rede estadual de ensino assinaram, na manhã de terça-feira (26), um termo de compromisso de gestão com o governo de Santa Catarina. O governador Carlos Moisés e o secretário de Educação, Natalino Uggioni, participaram do ato, realizado em São José. No documento, os escolhidos pela comunidade escolar se comprometem a seguir as diretrizes da legislação estadual e as ações propostas em cada plano de gestão.

Os novos diretores receberam também as primeiras orientações para a função que vão exercer entre 2020 e 2023. Durante o evento, o governador destacou o compromisso dos servidores em levar educação de qualidade a todas as regiões catarinenses. “Nós precisamos que os gestores façam o melhor por suas escolas, porque não conseguiremos transformar a sociedade se não for pela Educação. Nossas prioridades são a formação continuada de todos os profissionais e a infraestrutura das escolas”, afirmou Carlos Moisés. Para ele, a evolução na qualidade de ensino deve ser mensurável por meio de números, para que o processo seja acompanhado e melhorado, conforme a necessidade.

No termo, os novos diretores se comprometem a cuidar bem das escolas, melhorar o resultado e desenvolver uma gestão balizada nas dimensões pedagógica, administrativa, financeira e física, em uma perspectiva democrática, inclusiva, participativa, inovadora e transparente, voltada para os resultados da aprendizagem dos estudantes.

O processo de escolha dos Planos de Gestão Escolar (PGE) se deu com as novas regras determinadas pelo decreto assinado em agosto pelo governador Carlos Moisés. O documento ampliou o leque de profissionais que podiam inscrever seus planos e permitiu que dois responsáveis por aluno pudessem votar. “O governador falou que a partir de 2020 a educação terá muito curso de capacitação para os professores”, lembrou o novo diretor do colégio Ivo Silveira, Adriano Curcio.


Eleição impugnada no João Silveira

A eleição para a nova diretoria do colégio João Silveira, no Aririú, foi impugnada. A Secretaria de Educação (SED) explica que a Comissão Regional Eleitoral identificou irregularidades durante a campanha eleitoral e optou pela impugnação. Um diretor escolhido pela SED vai atuar de forma temporária - até que se esgotem todos os recursos do candidato eleito pelas urnas ou até que novas eleições sejam realizadas na escola.

Na noite de quinta-feira (21), representantes da SED estiveram na escola, reunidos com a comunidade escolar, para informar sobre as medidas tomadas.



Galeria de fotos: 2 fotos
Créditos: MAURÍCIO VIEIRA/SECOM/DIVULGAÇÃO MAURÍCIO VIEIRA/SECOM/DIVULGAÇÃO
Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif