6756091277b19aec741476bf3383d218.jpeg Procon de Palhoça faz fiscalização durante a Black Friday

463cab5085e3cf66cc9b7a5ac915fa9f.jpeg Educação financeira é tema de palestra no Grupo Escolar Pequeno Príncipe

fdf68269a8e4b0bd140c2b3adb49294f.jpg Covid-19: como fica a vacinação nesta segunda-feira (29)

9570bba7c4646e5c724a73492d325f77.jpeg Produzido em Palhoça, EP de estreia de Yaju está disponível nas principais plataformas digitais

2910c210c06278259818c0385bdd8292.jpg Com abertura do Natal Esperança e Luz, clima de festa e solidariedade está oficialmente no ar

d0b134827f35daf7aebcf6873196c5e8.jpg Programa O Balaio estreia e já está disponível em podcast

5204d1e2f0653103f606bbe8f0cd5e45.jpeg Abertura do Natal Esperança e Luz será na quarta-feira (24)

27e11cacd416c88131ac3f88f6e81065.jpg Copa do Mundo de Amadores contará com dois times de Palhoça

06dcb5028c047a5c6a4971990792762d.jpeg Halterofilismo: Rogério Anderle é campeão no Sul-Brasileiro 2021

b056d29d794b5e1bd70c65f106382a3b.jpg Governador Carlos Moisés abre a 60ª edição dos Jasc e destaca investimentos históricos no esporte

39351c576fb8b35178ba2bf59c2ccfc4.PNG Árbitros palhocenses participam de megaevento de vôlei de praia em Itapema

Nova fiscalização em comércios de ferro velho

Prefeitura encontra irregularidades

c56439675135152459ae3b6ff38c5df2.jpg Foto: DIVULGAÇÃO/COMUNICAÇÃO/PMP

Na manhã de quinta-feira (15), a Prefeitura realizou uma nova operação integrada para fiscalização em comércios de reciclagem de produtos automotivos, os chamados “ferros-velhos”, para exigir que as empresas cumpram a legislação de funcionamento. A ação ocorreu por meio da Secretaria de Segurança Pública, em parceria com a Polícia Militar, agentes de trânsito, fiscalização de tributos e postura, Fundação Cambirela do Meio Ambiente (FCam), Secretaria de Saúde e Vigilância Sanitária.

Foi verificada a procedência de peças e veículos para desmanche. As irregularidades mais encontradas foram empresas funcionando de forma inadequada, sem alvará de funcionamento, ocupando terrenos baldios, vias públicas, calçadas, dificultando a mobilidade e o deslocamento de pedestres. Poucos estabelecimentos apresentaram alvarás sanitário e de funcionamento.

Mesmo após as notificações emitidas na última operação, realizada em julho, ambientes insalubres foram flagrados, com carcaças de veículos e peças expostos a céu aberto, representando risco à saúde pública pelo acúmulo de água e por servir de moradia para roedores, cobras e larvas do mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão de dengue, zica, chinkungunya e febre amarela. Ao todo, cinco estabelecimentos foram interditados nos bairros Caminho Novo e Aririú, além do recolhimento de veículos, limpeza e manutenção de via pública. “Os munícipes pediram providências e os órgãos de fiscalização responderam imediatamente”, ressaltou o secretário de Segurança Pública, Alexandre Silveira de Sousa, um dos coordenadores da fiscalização integrada.



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg