f8cd4f6b92c2fc70f0e82ac7e1a42880.jpg Vacinação em SC: estado ultrapassa 5 milhões de pessoas com esquema vacinal completo

1069b9477a3a0d2f867498dc62b62e0e.jpeg Campanha quer melhorar autoestima de mulheres em situação de vulnerabilidade

5f9a9fdb32314194b4a64723f76fca64.jpeg Membros da comunidade se mobilizam para preservar vegetação na Pedra do Urubu

de47197475943f65b8890285981920fa.PNG Inspirada por Nelson Rodrigues, escritora de Palhoça lança livro de contos

c64875ae6408469efef36af9aa564775.jpeg ViaCatarina recebe mais uma edição da Feira do Artesanato

9570bba7c4646e5c724a73492d325f77.jpeg Produzido em Palhoça, EP de estreia de Yaju está disponível nas principais plataformas digitais

d6d50a1ca4d89a2580356c2c407d6130.jpeg Atletas da FMEC conquistam medalhas no Brasileiro de taekwondo

27e11cacd416c88131ac3f88f6e81065.jpg Copa do Mundo de Amadores contará com dois times de Palhoça

06dcb5028c047a5c6a4971990792762d.jpeg Halterofilismo: Rogério Anderle é campeão no Sul-Brasileiro 2021

b056d29d794b5e1bd70c65f106382a3b.jpg Governador Carlos Moisés abre a 60ª edição dos Jasc e destaca investimentos históricos no esporte

Novidade no esporte: treinos liberados

Governo também cria grupo de trabalho para avaliar retorno do futebol profissional

3336beb37521adf8b08ab6a19a0e3167.jpg Foto: CRISTIANO ESTRELA/SECOM

A Secretaria de Estado da Saúde autorizou as atividades de treino para desportistas profissionais e amadores em Santa Catarina, desde que sejam adotados cuidados para evitar o contágio por coronavírus. A liberação passou a valer na segunda-feira (11), e os cuidados recomendados pelo governo do estado estão definidos na Portaria Nº272/2020, publicada no Diário Oficial do Estado.

Entre as principais orientações, estão: a higienização de todos os equipamentos; a participação apenas de pessoas com pelo menos 12 anos de idade; evitar cumprimentos, antes e após as atividades; não compartilhar garrafas de água e outros itens pessoais; tomar banho apenas em boxes individuais; evitar aglomeração em áreas comuns como vestiários e refeitórios.

No caso de sentir sintomas como tosse, febre, cefaleias, dores no corpo, dispneia, fraqueza generalizada, perda do olfato ou paladar e sintomas gastrointestinais, ou se residir com pessoas com esses sintomas, o atleta deve comunicar imediatamente o responsável médico do clube.

A portaria também prevê que a fiscalização dos estabelecimentos ficará a cargo das equipes de Vigilância Sanitária e Segurança Pública.

 

Grupo de trabalho vai avaliar retorno do futebol profissional

O governador Carlos Moisés recebeu, na manhã desta terça-feira (12), representantes dos clubes de futebol profissional catarinenses, que agradeceram pela portaria que autoriza o retorno dos treinos em Santa Catarina. No encontro, ocorrido na Casa D'Agronômica, ficou definida a criação de um grupo de trabalho com representantes médicos dos clubes e do Centro de Operações de Emergência na Saúde (Coes). O objetivo é avaliar as condições para um possível retorno dos jogos, desde que não haja presença do público.

O governador destacou que o Executivo vem tratando da questão com muita responsabilidade. De acordo com Moisés, é preciso dar um passo de cada vez, e a abertura de um canal de diálogo permanente com os clubes é fundamental para que se chegue a um denominador comum. “A gente está avaliando quais são os impactos, em termos de aglomeração de pessoas, se um campeonato fosse eventualmente liberado para acontecer, de portas fechadas, sem plateia. Criamos um novo grupo de trabalho para integrar-se ao Coes, juntamente com infectologistas enviados pela própria Federação Catarinense de Futebol (FCF). Um eventual retorno dos campeonatos precisa ocorrer de forma segura”, avalia o governador.

O presidente da FCF, Rubens Angelotti, avaliou o encontro como muito positivo e agradeceu ao governo pela liberação dos treinos. O dirigente afirmou que são necessárias seis datas para terminar o Campeonato Catarinense, o que poderia ocorrer em um total de três semanas, com jogos às quartas e domingos. Ele acrescentou ainda que os atletas precisam de ao menos 15 dias para retornar à forma física ideal. “Os treinos estão liberados e os clubes vão seguir os protocolos. Todos os clubes de futebol profissional terão que disponibilizar testes para os seus atletas, para que possam treinar e futuramente voltarmos ao nosso campeonato”, afirma Angelotti.

Quem também agradeceu ao retorno dos treinamentos foi o presidente da Associação de Clubes de Futebol Profissional de Santa Catarina (SCclubes), Francisco Battistotti. Ele lembrou que seu clube, o Avaí, já gastou R$ 50 mil em testes para a Covid-19, com o objetivo de garantir que todos os funcionários da agremiação sejam testados. “Faremos contato com os prefeitos de cada município para que eles também referendem a portaria do governador, que tomou um pouco de informações sobre a gestão dos clubes. Acreditamos que esse grupo de trabalho vai arranjar uma solução para que a gente termine o Campeonato Catarinense”, afirmou Battistotti.

O governador também destacou que uma futura liberação das atividades desportivas terá que levar em conta todas as outras modalidades, de modo a se criar um regramento mais geral. Também participaram da reunião o CEO da SCclubes, Claudio Gomes, e o deputado estadual Rodrigo Minotto, que intermediou a realização do encontro. “Manter o diálogo entre todas as partes é de extrema importância neste momento. Todas as decisões precisam ser tomadas com muita responsabilidade. O governador está sensível aos esforços dos clubes, de modo a garantir a preservação da vida, que é o principal”, opina Minotto.



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg