f8cd4f6b92c2fc70f0e82ac7e1a42880.jpg Vacinação em SC: estado ultrapassa 5 milhões de pessoas com esquema vacinal completo

1069b9477a3a0d2f867498dc62b62e0e.jpeg Campanha quer melhorar autoestima de mulheres em situação de vulnerabilidade

5f9a9fdb32314194b4a64723f76fca64.jpeg Membros da comunidade se mobilizam para preservar vegetação na Pedra do Urubu

de47197475943f65b8890285981920fa.PNG Inspirada por Nelson Rodrigues, escritora de Palhoça lança livro de contos

c64875ae6408469efef36af9aa564775.jpeg ViaCatarina recebe mais uma edição da Feira do Artesanato

9570bba7c4646e5c724a73492d325f77.jpeg Produzido em Palhoça, EP de estreia de Yaju está disponível nas principais plataformas digitais

d6d50a1ca4d89a2580356c2c407d6130.jpeg Atletas da FMEC conquistam medalhas no Brasileiro de taekwondo

27e11cacd416c88131ac3f88f6e81065.jpg Copa do Mundo de Amadores contará com dois times de Palhoça

06dcb5028c047a5c6a4971990792762d.jpeg Halterofilismo: Rogério Anderle é campeão no Sul-Brasileiro 2021

b056d29d794b5e1bd70c65f106382a3b.jpg Governador Carlos Moisés abre a 60ª edição dos Jasc e destaca investimentos históricos no esporte

Outubro Rosa: cuidando da vida, compartilhando amor

Artigo assinado pela deputada estadual Dirce Heiderscheidt (MDB)

d670da42593c83ac4913d3e1cb285e0c.jpg Foto: DIVULGAÇÃO

Por: Dirce Heiderscheidt*

Estima-se que, neste ano de 2021, mais de 66 mil novos casos de câncer de mama sejam diagnosticados no Brasil, segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca). A doença é o tipo que mais acomete mulheres em todo o mundo. Cerca de 2,3 milhões de casos novos foram estimados em 2020, o que representa cerca de 24,5% de todos os tipos de neoplasia diagnosticados em mulheres. 

Voltando para o Brasil, é aqui na região Sul e Sudeste que estão as maiores taxas de incidência e mortalidade pelo câncer de mama. Esses índices devem acender o alerta e nos mobilizar ainda mais por essa causa. A conscientização é o primeiro passo, por isso a importância da campanha Outubro Rosa, mas precisamos ir além. 

O objetivo da iniciativa, celebrada no mundo todo, é divulgar informações sobre o câncer de mama e fortalecer as recomendações do Ministério da Saúde para a prevenção, o diagnóstico precoce e o rastreamento da doença. Em 2011, quando apresentei o PL 0490.9/2011, projeto que instituiu a campanha em Santa Catarina, queríamos mais do que estimular as pessoas a usarem rosa, mas garantir que as mulheres tivessem assegurado o seu direito a uma mamografia, a demais exames e a um tratamento adequado. 

O câncer de mama afeta diretamente a vida das mulheres acometidas pela doença, física e emocionalmente. Sabemos dos efeitos do tratamento no corpo, causando um significativo abalo na autoestima feminina. Essas características exigem que o poder público, o sistema de saúde, a assistência social e demais áreas se preparem para atender essas pacientes com qualidade e eficiência. 

O maior objetivo da campanha Outubro Rosa deve ser o da conscientização. Quando diagnosticado logo no início, as chances de cura crescem e podem ser de até 95% para os nódulos menores do que um centímetro. Por isso, precisamos estimular o autoexame e, enquanto agentes públicos, trabalhar para garantir o acompanhamento médico regular. A informação e os exames são as maiores armas contra a doença. 

Mulheres, cuidem-se!

* Deputada estadual

 

Quer participar do grupo de WhatsApp do Palhocense?

Clique no link de acesso!



Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg