f8cd4f6b92c2fc70f0e82ac7e1a42880.jpg Vacinação em SC: estado ultrapassa 5 milhões de pessoas com esquema vacinal completo

1069b9477a3a0d2f867498dc62b62e0e.jpeg Campanha quer melhorar autoestima de mulheres em situação de vulnerabilidade

5f9a9fdb32314194b4a64723f76fca64.jpeg Membros da comunidade se mobilizam para preservar vegetação na Pedra do Urubu

de47197475943f65b8890285981920fa.PNG Inspirada por Nelson Rodrigues, escritora de Palhoça lança livro de contos

c64875ae6408469efef36af9aa564775.jpeg ViaCatarina recebe mais uma edição da Feira do Artesanato

9570bba7c4646e5c724a73492d325f77.jpeg Produzido em Palhoça, EP de estreia de Yaju está disponível nas principais plataformas digitais

d6d50a1ca4d89a2580356c2c407d6130.jpeg Atletas da FMEC conquistam medalhas no Brasileiro de taekwondo

27e11cacd416c88131ac3f88f6e81065.jpg Copa do Mundo de Amadores contará com dois times de Palhoça

06dcb5028c047a5c6a4971990792762d.jpeg Halterofilismo: Rogério Anderle é campeão no Sul-Brasileiro 2021

b056d29d794b5e1bd70c65f106382a3b.jpg Governador Carlos Moisés abre a 60ª edição dos Jasc e destaca investimentos históricos no esporte

Prefeitura reúne Dnit, ANTT, PRF e Arteris

Representantes visitaram os pontos mais críticos da BR-101

ab201ffc7f1405816a22f5fdd05f7a87.jpg Foto: DIVULGAÇÃO

Na tarde de terça-feira (16), aconteceu mais uma reunião, na Prefeitura de Palhoça, para definir estratégias para a mobilidade na região, num contexto que envolve a BR-101 e marginais, inclusive no ponto que ela faz conexão com a BR-282, e vias do trânsito urbano. Ao final do encontro, por sugestão do prefeito Camilo Martins (PSD), ficou agendada outra reunião, para 8 de maio, quando o grupo de trabalho se reunirá para deliberar projetos que deverão melhorar a mobilidade nas BRs 101 e na 282.

Também na manhã desta terça, representantes da Prefeitura, da Polícia Rodoviária (PRF) e da Arteris – Autopista Litoral Sul visitaram os pontos mais críticos da BR-101, para definir que melhorias poderão ser implantadas para minimizar os problemas causados pelo caos no trânsito.


Planejamento

A reunião da tarde desta terça-feira foi considerada histórica. Com a formação de um grupo de trabalho para discutir a mobilidade, foi a primeira vez que todas as entidades responsáveis, como Prefeitura, PRF, Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e concessionária Arteris se reuniram para planejar obras e melhorias com o objetivo de contribuir para a mobilidade urbana dentro de Palhoça.

“O município vive um momento delicado na questão mobilidade urbana, situação agravada porque um grande número de veículos foge da BR-101, sempre congestionada, criando rotas de fuga dentro da cidade, no Centro e nos bairros. Por isso, na busca de obras urgentes, emergenciais, buscamos atrair a parceria de empresários, que estão investindo no município e que também dependem de melhorias na malha viária”, comentou o prefeito Camilo Martins.


Decreto de emergência

Desde 11 de fevereiro, quando o prefeito decretou “situação de emergência na mobilidade urbana do município” em razão do caos estabelecido no trânsito pelo atraso nas obras do Contorno Viário da Grande Florianópolis, e ingressou a ação civil pública na Justiça Federal contra a Autopista Litoral Sul e ANTT, representantes dos órgãos envolvidos vêm se reunindo, principalmente na Prefeitura de Palhoça, mas também nas sedes da Procuradoria da República e da Justiça Federal, em Florianópolis.

Na ação, a Prefeitura de Palhoça elegeu como prioridades a conclusão das obras do Contorno Viário e a transformação definitiva do acostamento Sul/Norte em pista para veículos leves - ou obras alternativas para amenizar o caos causado pela imobilidade. Desde primeiro de abril, em resposta às cobranças da Prefeitura, a PRF liberou o acostamento da BR-101 em cinco trechos em São José.

Mas ainda é um paliativo, porque a liberação ocorre das 6h às 23h em pequenos trechos, entre os quilômetros 210 e 202. Em reunião na segunda-feira (15), o prefeito Camilo voltou a solicitar a liberação do acostamento em Palhoça. A PRF e a concessionária Arteris estão estudando essa possibilidade. “A liberação do acostamento no trecho de São José, embora com interrupções, foi uma melhoria significativa para o fluxo de veículos”, considerou Camilo Martins.

Em todas as reuniões recentes, o grupo de trabalho trata de obras alternativas. Esse foi o foco principal da inspeção in loco dos pontos mais críticos na mobilidade, na manhã desta terça-feira, mas também foi o assunto predominante da reunião da tarde do grupo de trabalho.

O cronograma de atividades futuras prevê, para o dia 30, na Justiça Federal, em Florianópolis, uma audiência de conciliação, motivada pela ação civil pública impetrada pela Prefeitura. Um dia antes, a concessionária Arteris – Autopista Litoral Sul deverá prestar contas sobre as obras do Contorno Viário ao Ministério Público Federal. E, para o dia 8 de maio, na Prefeitura, está agendada uma reunião de avaliação de projetos protocolados nos órgãos de trânsito.



Galeria de fotos: 2 fotos
Créditos: DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO
Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg