Cultura Local ganha novos personagens

O canal do Meu Boizinho no YouTube já tem diversos vídeos como: Até fazer um nó, Lava, lava direitinho, Dia das mães, Bernunça Bebel, Saudades da escola, dentre outros

4bca369a90fd2592203a4fd0d6b3bd32.jpg Foto: DIVULGAÇÃO

O egresso da Unisul Bruno Pagani, formado na primeira turma do curso de Publicidade e Propaganda em 2000, cria personagens de história que valorizam a cultura local. O projeto “Meu Boizinho” iniciou no ano passado e já ganhou edição impressa, canal no YouTube, Instagram e também material didático para escolas.

Para Bruno, o Meu Boizinho, tem como objetivo revigorar e disseminar a cultura catarinense, fortalecendo as tradições e costumes, reacendendo valores, gerando um sentimento de pertencimento, vínculos afetivos, levando conhecimento de forma lúdica, didática, criativa e divertida. A ideia partiu do filho mais velho do Bruno, Theo, que tem sete anos. “Gostei muito da turminha porque eles têm um visual muito bonito e agora consigo assistir a música do Boi de Mamão em forma de desenho”, explica Theo.

“O Theo adora as histórias de boi de mamão e um dia fomos procurar na internet para ver se achávamos algo em forma de animação musical e não tinha. Ele ficou muito frustrado, mas logo veio a ideia: porque não criar as histórias? Pensei que seria uma boa oportunidade em unir o trabalho a um propósito, resgatar a cultura local com uma linguagem mais moderna, unir a cultura do digital, mas sem esquecer o tradicional”, conta Bruno.

Foi assim que surgiu o Meu Boizinho, um projeto de autoria de Bruno Pagani e Thiago de Melo, também egresso da Unisul. “Queremos que nossos filhos se conectem ainda mais com a tradição e os costumes da cidade onde vivem. Acreditamos que uma pessoa que valoriza a cultura do seu lugar adquire um sentimento maior de pertencimento. E nada melhor que fazer isso resgatando nosso folclore, entre eles um bem popular entre os pequenos, o Boi de Mamão, apresentado com uma roupagem moderna e com o perfil desta geração”, explica Bruno. A ideia já resultou no livro infantil “O Sumiço da Tainha de Ouro”, publicado em 2020.

O projeto pode ser acompanhado em diversas frentes como a obra literária, vídeos animados e conteúdo nas redes sociais. Ele foi bem aceito também em sala de aula. Por ter conteúdo educativo sobre Florianópolis, o livro foi trabalhado como material didático durante as aulas on-line, em 2020.  “O resultado foi bastante positivo. O colégio Catarinense e o Educandário Imaculada Conceição adotaram o livro como parte do conteúdo programático para as turmas do 3º ano em 2021”, conta Bruno.

O canal do Meu Boizinho no YouTube já tem diversos vídeos como: Até fazer um nó, Lava, lava direitinho, Dia das mães, Bernunça Bebel, Saudades da escola, dentre outros. Passa assistir, basta acessar: https://www.youtube.com/meuboizinho

 

Quer participar do grupo de WhatsApp do Palhocense?

Clique no link de acesso!



Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg