cea913637f9993044e2d593d2c8c58a5.jpeg Professor de Ecologia e Oceanologia aborda exploração de petróleo

31912c67f113f2bc58ba76fe5f16f0c1.jpeg Por meio do Governo do Estado, Epagri Ciram realiza ações de apoio à pesca

05869665556f62f815b6c2a9f54623e6.jpeg Professores e alunos da Ponte do Imaruim reclamam de horários do transporte coletivo

2a46e516208184553913a41ae23578e0.jpeg Através de campanha solidária, evento de Dia das Crianças deve ocorrer no São Sebastião

124a5fd64c0300628c002b6987790ece.jpeg Acusado de matar pelo menos 15 pessoas é preso na Ponte do Imaruim

5e23d8c4a62a022f340e9d6aa9d81f61.jpeg PBec Brasil completa 11 anos de história no futebol palhocense

e228afe0fbb6efb4982272fb3b076d56.jpeg Tocha se destaca em reestreia do Campeonato Paranaense de BMX

72f487649eea6e06499c8aad717c7939.jpg Rodada do Campeonato Palhocense de Juniores é cancelada por suspeita de Covid-19

fb7c595c0003a6d5a1d67ae4342a585b.jpeg Apostando em jovens talentos, Guarani encerra Série B em quinto lugar

5d4a40de45338ded326da1392547a49a.jpeg Paratleta de Palhoça é homenageada por participação em Tóquio


Hélio Costa é favorável ao voto impresso

Deputado federal defende a PEC 135/2019

9af9746cc7242788044e208cb79bc3a6.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO

O deputado federal Hélio Costa é a favor da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 135/2019, que determina o voto impresso. O parlamentar concorda com a proposta que tramita no Congresso Nacional, porém, acredita que não haverá tempo hábil para implementá-la nas eleições de 2022.

A Câmara dos Deputados anunciou a criação de uma comissão especial para analisar a proposta de emenda constitucional que cria o voto impresso auditável. O colegiado terá 34 membros titulares e o mesmo número de suplentes.

A PEC 135/2019 determina a impressão de cédulas em papel na votação e na apuração de eleições, plebiscitos e referendos.

Se aprovada, as eleições continuarão sendo feitas por urnas eletrônicas, mas terão também uma cédula para comprovar os resultados.

O deputado afirma que irá votar “sim” quando for a plenário. “Sou a favor da medida. Mas acho que não passa, não dará tempo para fazer. Hoje, a tecnologia está tão avançada que daqui a pouco alguém faz um programa e resolve o problema para imprimir voto, embora vá ser caro”, destaca o deputado. “Vou votar a favor, indo para plenário. Só lembrando que o eleitor não fica com o comprovante, ele olha pra ver se está certa a votação que fez e depois deposita numa urna, numa caixa. Eu sou a favor, mas acho muito difícil para a próxima eleição”, acrescenta.

Hélio Costa também comenta sobre o alto custo da medida, caso a PEC seja aprovada. “Vão bater no preço, que vai sair muito caro pra eleição do ano que vem. É muito dinheiro e o TSE tem essa grana? O Brasil passa por uma pandemia, onde precisa poupar tudo, embora mantenha trilhões para pagar os juros das dívidas interna e externa”, contextualiza.



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg