f8cd4f6b92c2fc70f0e82ac7e1a42880.jpg Vacinação em SC: estado ultrapassa 5 milhões de pessoas com esquema vacinal completo

1069b9477a3a0d2f867498dc62b62e0e.jpeg Campanha quer melhorar autoestima de mulheres em situação de vulnerabilidade

5f9a9fdb32314194b4a64723f76fca64.jpeg Membros da comunidade se mobilizam para preservar vegetação na Pedra do Urubu

de47197475943f65b8890285981920fa.PNG Inspirada por Nelson Rodrigues, escritora de Palhoça lança livro de contos

c64875ae6408469efef36af9aa564775.jpeg ViaCatarina recebe mais uma edição da Feira do Artesanato

9570bba7c4646e5c724a73492d325f77.jpeg Produzido em Palhoça, EP de estreia de Yaju está disponível nas principais plataformas digitais

d6d50a1ca4d89a2580356c2c407d6130.jpeg Atletas da FMEC conquistam medalhas no Brasileiro de taekwondo

27e11cacd416c88131ac3f88f6e81065.jpg Copa do Mundo de Amadores contará com dois times de Palhoça

06dcb5028c047a5c6a4971990792762d.jpeg Halterofilismo: Rogério Anderle é campeão no Sul-Brasileiro 2021

b056d29d794b5e1bd70c65f106382a3b.jpg Governador Carlos Moisés abre a 60ª edição dos Jasc e destaca investimentos históricos no esporte

Obra da Prefeitura atrapalha comerciantes

Calçada está sendo reformada na avenida Rio Branco, impedindo acesso de veículos aos estacionamentos

e8ef257c278f4d08eb8b49355ad89db6.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO

Comerciantes do Centro de Palhoça reclamam de uma obra da Prefeitura, que iniciou uma reforma na calçada da avenida Barão do Rio Branco, na última segunda-feira (11). A questão é que, com a obra, os carros dos clientes não têm acesso ao estacionamento dos estabelecimentos.

A reforma está sendo feita em trecho da Rio Branco que fica entre as ruas Coronel Bernardino Machado e Emeline Scheidt. “A Prefeitura Municipal de Palhoça está acabando com o pouco que temos de estacionamento. Estão fazendo aqui na frente do nosso comércio meio-fio altíssimo, que não podemos nem entrar para descarregar mercadorias na loja”, lamenta a comerciante Fernanda Assis Silveira. “Isso é um absurdo, pagamos impostos altíssimos e agora, quem vai pagar tudo isso? Já estamos em meio a uma pandemia, em que tudo está parado, agora com mais essa vai ficar horrível”, acrescenta.

A opinião é partilhada por outros comerciantes locais. Rafael Oliveira, que também teve seu comércio afetado pela obra, relata que já na segunda-feira foi erguido o meio-fio a uma altura que impede a passagem de automóveis, e nesta quarta-feira (13), foi concretado todo o cordão. “Agora eles deram o xeque-mate de que não vão rebaixar para a entrada dos carros, não querem mais carros ali”, reclama o comerciante. “É uma vergonha. O movimento já está fraco, pessoas sem condições, lojas e lojistas indo à falência, e a Prefeitura realizando obra em meio a uma pandemia, e obras que conseguem fazer com que lojistas acabem fechando”, projeta.

O jornal Palhocense enviou um pedido de explicações à Prefeitura, mas nenhuma resposta foi enviada.



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg