f8cd4f6b92c2fc70f0e82ac7e1a42880.jpg Vacinação em SC: estado ultrapassa 5 milhões de pessoas com esquema vacinal completo

1069b9477a3a0d2f867498dc62b62e0e.jpeg Campanha quer melhorar autoestima de mulheres em situação de vulnerabilidade

5f9a9fdb32314194b4a64723f76fca64.jpeg Membros da comunidade se mobilizam para preservar vegetação na Pedra do Urubu

de47197475943f65b8890285981920fa.PNG Inspirada por Nelson Rodrigues, escritora de Palhoça lança livro de contos

c64875ae6408469efef36af9aa564775.jpeg ViaCatarina recebe mais uma edição da Feira do Artesanato

9570bba7c4646e5c724a73492d325f77.jpeg Produzido em Palhoça, EP de estreia de Yaju está disponível nas principais plataformas digitais

d6d50a1ca4d89a2580356c2c407d6130.jpeg Atletas da FMEC conquistam medalhas no Brasileiro de taekwondo

27e11cacd416c88131ac3f88f6e81065.jpg Copa do Mundo de Amadores contará com dois times de Palhoça

06dcb5028c047a5c6a4971990792762d.jpeg Halterofilismo: Rogério Anderle é campeão no Sul-Brasileiro 2021

b056d29d794b5e1bd70c65f106382a3b.jpg Governador Carlos Moisés abre a 60ª edição dos Jasc e destaca investimentos históricos no esporte

Vereadores exigem mais rigor em fiscalização

Parlamentares estão preocupados com ligações de esgoto e terrenos abandonados

08d390ef950259d2d34685574b5cd604.jpg Foto: DIVULGAÇÃO

Na sessão de segunda-feira (5) da Câmara de Vereadores de Palhoça, legisladores demonstraram preocupação com ligações clandestinas de esgoto e terrenos abandonados.

O primeiro a subir ao plenário para expressar a crítica foi o presidente da Casa, Edemir Niheus (Neném do Bertilo, PSD). O destaque do vereador foi para as ligações clandestinas de esgoto que surgem em diversos locais, sem qualquer receio dos autores da irregularidade em relação a uma eventual punição por parte da Prefeitura. “Alguns dias atrás, na Guarda do Cubatão, em um sábado de manhã, um cidadão pegou a marreta, quebrou a boca de lobo e instalou um cano na rede fluvial. Fiz essa denúncia e não aconteceu nada. Neste sábado (3), aconteceu a mesma coisa: o cidadão foi lá, pegou a marreta, quebrou a calçada, instalou um ‘canão’ lá… E a fiscalização?”, explanou o vereador. Para Neném, a falta fiscalização e a sensação de impunidade incentivam outros moradores a repetirem o erro. “A partir do momento em que os moradores perceberem essa fiscalização, não vão mais colocar”, pondera. 

O vereador protocolou requerimento solicitando a presença do superintendente de Vigilância Sanitária de Palhoça, Rodrigo Tenfen Legat, em sessão ordinária da Casa para tratar do assunto. Ele sugere que seja apresentado um plano de trabalho para a fiscalização de denúncias. 

O vereador Jean Henrique Dias Carneiro (Jean Negão, Progressistas) também usou a tribuna para pedir mais efetividade aos órgãos de fiscalização. Mas o alvo de Jean Negão foram os terrenos e construções abandonadas, especialmente nas áreas industriais. O vereador pediu atenção a um imóvel situado na avenida Barão do Rio Branco que “encontra-se em estado de abandono pleno”. Jean Negão citou pelo menos outros três locais onde o cenário é semelhante: a rua Paulo Roberto Vidal (às margens da BR-101) e as áreas industriais do Firenze Business Park (situação denunciada pelo Palhocense há duas semanas) e da Pedra Branca. “O mato está tomando conta, senhores. Materiais depositados aleatoriamente sobre as áreas e sem qualquer cuidado ou atenção dos proprietários”, protestou.

O vereador destaca que, quando se deixa um terreno abandonado em uma região urbana de grande circulação, ele traz problemas para segurança pública e para a segurança sanitária, além de ser uma agressão ao urbanismo. 



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg