Descontaminação nos lagos da Pedra Branca

Prefeitura realiza ações, mas local permanece interditado

06729098533aee41029c53a3489f2133.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO/AMO

Na terça-feira (11), a Prefeitura de Palhoça realizou uma ação de descontaminação na área dos lagos da Pedra Branca. O local foi interditado em maio, após a morte de alguns animais. Testes confirmaram a presença da bactéria Clostridium botulinum nos animais mortos, e por isso a área toda foi interditada - a bactéria também afeta os seres humanos, com graves consequências.

Funcionários da Prefeitura espalharam cal no entorno do lago e na ilha. Também foi reforçado o isolamento dos animais sobreviventes - há rumores de que algumas pessoas estavam roubando patos para comer. Agora, o refúgio recebeu cobertura e só as pessoas autorizadas pela Associação de Moradores da Pedra Branca (AMO), que compõe a força-tarefa de descontaminação junto com o poder público, podem ter acesso aos animais, para alimentá-los.

O local continua interditado e não há previsão de liberação. Ainda dentro da ação de descontaminação, serão instalados aeradores, que vão fazer a água dos lagos se movimentar mais, melhorando a oxigenação. Como se trata de uma compra realizada pela Prefeitura, o trâmite burocrático é demorado. Depois de comprados e instalados os equipamentos, é preciso esperar a natureza agira para completar o processo de descontaminação, e a expectativa é a de que isso aconteça dentro de alguns meses.



Galeria de fotos: 2 fotos
Créditos: DIVULGAÇÃO/AMO DIVULGAÇÃO/AMO
Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif