Palhocense participa de concurso de Lego

Veja como votar no castelo medieval construído pelo músico Hugo Malagoli

8a1a18117cd8274cd43a9da02b918493.jpg Foto: ARQUIVO PESSOAL

Não é só a música que move o palhocense Hugo Malagoli, líder da banda Joe Love and The Red Wings, uma das atrações do 9º Encontro de Carros Antigos da Grande Florianópolis, que acontece neste final de semana. Outro hobby é colecionar artigos do sistema Lego, aquele brinquedo de encaixar peças, criado pelo dinamarquês Ole Kirk Kristiansen, em 1934. Hugo gosta tanto de montar (ou “mocar”) que resolveu participar de um concurso nacional promovido pelo grupo do Facebook Lego Brasil.

Os concursos são temáticos, e o tema é escolhido anualmente. Pode ser cidade, espaço, piratas, etc. Este ano, o tema escolhido foi castelo. “O que me levou a participar foi justamente que era o meu tema, aí aproveitei”, conta o músico.

O palhocense conta que coleciona Lego há uns 20 anos, mas somente no final de 2016 veio a vontade de “levar o negócio a sério”. Então, buscou grupos no Facebook que compartilhavam da mesma ideia e encontrou o Lego Brasil. “É incrível como a Lego é mundialmente famosa e com milhares de adeptos, tendo exposições e concursos em todo mundo. Lá se discute dicas de montagem e conservação das peças, divulgação de concursos, datas de exposições”, revela. Por exemplo: este ano, acontece a 9° Expo LUG SC 2018, em Balneário Camboriú, nos dias 7 e 8 de julho.

Hugo lembra que sempre gostou de castelos e cavaleiros medievais, desde pequeno. Tanto que resolveu cursar História na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). O que ajuda a dar um ar de maior realismo nas suas criações. “Minha linha de colecionamento é a Castelo, por isso no meio sou chamado de ‘casteleiro’, uma gíria pra quem curte esse tema. Existem vários sets (nome dado ao lego que vem de fábrica, já com instruções de montagem) pra quem curte vários temas, como Star Wars, City, Piratas, Espaço e por aí vai. Tem muita coisa (muita coisa mesmo!)”, garante. “O meu é ainda mais específico. Gosto apenas dos castelos históricos (não fantasiosos), que construo a partir de modelos reais de castelos europeus. O nome disso, de se fazer sets sem o uso de instrução de fábrica, é MOC (My Only Creation; traduzindo: Minha Própria Criação)”, explica o músico palhocense.

Hugo diz que o tempo de construção de um castelo varia muito. Tudo depende da inspiração do construtor e do material empregado. “É um universo incrivelmente rico em detalhes. Já teve castelo que construí em um dia, e outros que estou construindo até hoje. O tempo voa quando estamos montando. A dica é reservar um final de semana pra ‘mocar’”, ensina.

O colecionador faz um alerta para quem quer começar a se aventurar pelo universo Lego: é preciso ter muito cuidado ao adquirir um produto, pois há falsificações “made in China”, em que as peças não encaixam direito e a qualidade é “deprimente”. O Lego original é feito na Dinamarca, com tecnologia de ponta, por isso alguns sets são um pouco caros. “Mas a qualidade compensa o preço. É item pra toda a vida”, avalia.

 

Votação

Veja como participar

O primeiro passo é solicitar entrada no grupo: https://www.facebook.com/groups/legobrasil/

Depois, ver nas postagens o concurso (fica logo abaixo, nas discussões)

Aí, é só votar (dar um like) no castelo escocês que ele criou (uma torre, foto número 4). A torre foi baseada no Castelo de Borthwick, um castelo escocês construído em 1430. Ela tem três pavimentos



Galeria de fotos: 2 fotos
Créditos: ARQUIVO PESSOAL ARQUIVO PESSOAL
Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif