Boca Maldita - Edição 751

Precaução

Na segunda-feira (3), o presidente da Fundação Cambirela do Meio Ambiente (FCam), Anestor Denoni, e o prefeito Camilo Martins fizeram a entrega de cinco mangueiras de combate a incêndio, adquiridas através de Termo de Compensação Ambiental. Preocupados com as queimadas e outros incidentes que vêm ocorrendo em Palhoça, Anestor Denoni e Camilo Martins atenderam ao pedido do comandante do 10° Batalhão de Bombeiros Militar de Palhoça, que solicitou as mangueiras. 

 

 

Olha só, que legal

Uma máquina e uma caçamba limpam um lote no loteamento Firenze, deixando o local como um brinco. O que é triste é que a caçamba sai do Firenze e vai jogar os entulhos ali pertinho, no loteamento Lumiz. É ou não é o fim da picada? 

 

 

“Ridículo”

Fazer um clipe com apologia às drogas e no fim dizer que isso não é para ser levado a sério chega a ser ridículo! Aliás, esse deveria ser o nome da "banda" que, ainda por cima, usa o visual da Guarda do Embaú para promover o consumo de maconha, a porta de entrada para as drogas mais pesadas. A Guarda não merece esse tremendo mau gosto! 

 

 

Fechando

O reflexo do estrago que vai causar essa pandemia já começou a ser sentido em Palhoça, com o fechamento de estabelecimentos comerciais. 

 

Falta de ar

O descontentamento é geral com o governo de Carlos Moisés. Uma prova disso são os outdoors da Associação de Praças do Estado de Santa Catarina (Aprasc) espalhados pela Grande Florianópolis, pedindo respeito do governador aos policiais militares e bombeiros. É tanto problema, que Moisés não está conseguindo nem respirar! 


Arranca-rabo

A ida da secretária de Assistência Social de Palhoça, Rosângela Campos, e da assistente social da Prefeitura, Sabrina Francisco, à Câmara de Vereadores movimentou a sessão de segunda-feira (3). A história foi a seguinte: a Assistência Social, desde o início da pandemia, tem distribuído cestas básicas. Às vezes, os servidores vão para lá de onde Judas perdeu as botas para entregar uma cesta. Para agilizar, resolveram setorizar: um dia vão ao lugar tal, outro dia vão a outro lugar, e distribuem várias cestas para a comunidade daquele local. Aí teve uma postagem no Facebook reclamando que foi feita uma “ação eleitoreira” dessas na Enseada de Brito. Por isso, elas foram à tribuna da Câmara explicar. Sabrina, em sua fala, deu umas alfinetadas, principalmente dirigidas a quem fez a postagem. Só que alguns vereadores se queimaram e responderam de maneira hostil (principalmente Jean Negão e Pitanta). Outros foram mais lúcidos, reclamaram da postura, mas foram mansos na crítica. 


O que Dizem e Eu Não Afirmo...

QUE em verdade, em verdade vos digo: basta uma assistente social para tirar os vereadores do sério!

QUE a reclamação agora é que trabalhar nas obras à noite não está deixando muita gente dormir, por causa do barulho das máquinas.



Publicado em 06/08/2020 - por Joao Jose da Silva

btn_google.png btn_twitter.png btn_facebook.png








Autor deste artigo


Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg