Hélio Costa cobra ações junto ao Dnit

Deputado quer medidas para minimizar problemas no entroncamento da BR-101 com a BR-282, em Palhoça

4f81e6710add42be9c8ec7e140bd964d.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO

O deputado federal Hélio Costa (Republicanos) se reuniu nesta sexta-feira (31) com o superintendente regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) em Santa Catarina, Ronaldo Carioni, para tratar das obras que envolvem as rodovias federais na região da Grande Florianópolis. O deputado cobrou do Dnit uma posição sobre as melhorias do entroncamento da BR-101 com a BR-282, em Palhoça, que tem sido uma dor de cabeça para os motoristas. 

No encontro, o parlamentar reafirmou a necessidade de conclusão das obras para os próximos meses. “Aquela região tem sido problemática para a população. Tanto para quem vai em direção à Serra Catarinense, como para quem vem dos municípios vizinhos e dos bairros de Palhoça para pegar a BR-101. Esperamos que o cronograma de melhorias seja cumprido em poucos meses, pois o trânsito já está em colapso naquele trecho”, disse.

O Dnit informou que no segundo semestre deve entrar em funcionamento um novo sistema de trânsito, projetado pelo órgão junto com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF). “Quem vem da BR-282 em direção à BR-101 terá um caminho alternativo, desafogando a rótula próxima ao viaduto. O mesmo valerá para os moradores do bairro Bela Vista, que poderão seguir o mesmo trajeto, evitando o cruzamento com os motoristas que saem da BR-101 em direção à BR-282”, salientou o deputado.

 

Controladores de velocidade 

Na reunião, o parlamentar questionou ainda sobre os novos controladores de velocidade da Via Expressa e dos demais trechos da BR-282. “O Dnit está em busca de recursos para novos guard rails nos dois quilômetros iniciais da via. A população precisa dessa instalação pra ontem”, disse.

O parlamentar informou que o órgão federal aguarda a inspeção do Inmetro para iniciar o funcionamento dos três controladores da Via Expressa na entrada da cidade. “São três radares de 100km/h; dois no sentido em direção à Ilha. Falta a checagem do Inmetro. Depois, o motorista vai ter 30 dias de fiscalização educativa”, finalizou.

 

Quer participar do grupo do Palhocense no WhatsApp?
Clique no link de acesso!
 



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg