O adeus a dona Olalia

Liderança do Frei Damião faleceu no domingo (16)

b1391b7ae7dfea1a2c510cc08fafd7bd.jpg Foto: ARQUIVO DA FAMÍLIA

“Hoje Deus resolveu recolher uma das rosas mais lindas do jardim de Deus”, expressou Lorizete de Melo Oliveira, sobre a morte da mãe, dona Olalia Gonçalves de Melo, uma das lideranças mais queridas da comunidade do Frei Damião.

Dona Olalia nasceu em Campo Erê (SC), filha de Aparício Gonçalves e Carolina Correia dos Santos. Deixou cinco filhos e seu esposo, Genir de Melo. “Foi uma líder nata, em Palhoça teve seu destaque. Onde mora, fez muita gente ter moradia, entre outras coisas. Foi uma guerreira. Deixa saudades”, comenta a filha.

A comunidade também se emocionou com a partida de dona Olalia, que fez parte da história do bairro por mais de 25 anos. Lutou pela melhor qualidade de vida dos moradores. Foi à luta com mães carroceiras e seus filhos para fechar a rodovia SC-281 e forçar a construção da ponte que hoje lá existe e dá acesso à comunidade. Foi à luta junto com os fundadores do Centro de Assistência e Desenvolvimento Integral (Cadi) para a construção da escola do bairro. Lutou para a construção do posto de saúde e da creche, que não existiam antes de 2005. Foi, durante vários mandatos, a presidente da associação de moradores do bairro e era frequentadora assídua das sessões da Câmara de Vereadores de Palhoça, quando tinha mais saúde.

Dona Olalia sofria com o diabetes e uma insuficiência cardíaca. Foi internada na UTI do Hospital Regional em função de uma pneumonia grave e não resistiu. Dona Olalia faleceu no domingo (16). 



Galeria de fotos: 3 fotos
Créditos: ARQUIVO DA FAMÍLIA ARQUIVO DA FAMÍLIA ARQUIVO DA FAMÍLIA
Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg