Paissandu domina seleção do campeonato

Os melhores do Palhocense 2019 foram revelados em evento realizado no ViaCatarina

5c0385f394819000b30228d245229c57.JPG Foto: ALEXANDRE JBS

A campeão Paissandu dominou a seleção do Campeonato Palhocense de 2019. Os vencedores, que foram escolhidos através da votação dos técnicos e capitães de todas as equipes que disputaram a competição, foram revelados em um prestigiado e elogiado evento, realizado na quinta-feira (5), no Shopping ViaCatarina, pelo jornal Palhocense eLiga Palhocense de Futebol.

Toda a defesa da “equipe de ouro” é formada por jogadores do time do Aririú: o goleiro Diego Ventura; os laterais Wesllen e Ruan; e os zagueiros Ben Hur e Fábio Fidélis. “Este ano, por ter menos times, teve um equilíbrio maior. Começamos oscilando um pouco no campeonato; apesar de não perdemos, no começo não estávamos rendendo o que poderíamos. O Frank montou um bom time, mas é inegável que com a chegada do Samuel demos uma crescida e começamos a ter jogos mais convincentes. Nossos números falam por si: ataque mais positivo, defesa menos vazada, oito jogadores e mais o técnico eleitos para a seleção do campeonato”, comenta o zagueiro Fábio Fidélis, que disputou o Palhocense pela segunda vez e pela segunda vez foi premiado. “A gente fica contente, mas a alegria maior é poder ter conquistado o título com o Paissandu. Quero aproveitar a oportunidade para agradecer aos atletas, comissão técnica, diretoria e, principalmente, nosso presidente, senhor Nelson, um cara que o futebol amador não pode perder”, avalia o defensor do Paissandu, que emplacou, ainda, o volante Rodrigo Thiesen, o meia Biel e o atacante Felipinho no “time de ouro” - Thiesen ainda levou o prêmio individual “Bola de Ouro”, como craque do campeonato.

Os “intrusos” na seleção do Palhocense são todos do Atlântico: o meia Carlinhos, o volante Gustavo e o atacante Thomas, que também foi o artilheiro da competição e recebeu o troféu de “Craque da Galera” e a “Bola de Prata”, como o segundo jogador mais votado na eleição para melhor jogador da competição (o “Bola de Bronze” foi o atacante Felipinho, do Paissandu). “Foi um evento muito legal, bacana demais. Foi a primeira vez que eu participei, é uma vitrine bem legal para o futebol amador”, comemorou Gustavo. “Fico bastante feliz por ter sido escolhido como um dos melhores volantes do campeonato, trabalhei bastante para conseguir isso e ano que vem vou buscar de novo estar entre os melhores”, projeta o jogador, que fez falta à equipe da Barra do Aririú na grande final, quando o time perdeu o título com uma derrota por 3x1, no Aririú. Gustavo cumpriu suspensão automática e não pôde atuar nesse jogo. “Fiquei triste por não poder ter jogado o último jogo para ajudar a minha equipe, um pessoal fantástico, diretoria, jogadores, um grupo bem forte e bem unido. Acredito que chegamos na reta final muito unidos e eles fazem parte de tudo isso, porque sozinho a gente não ganha nada”, refletiu o volante do Atlântico.

Outro destaque da premiação foi o lateral Renan, do Cascalho, eleito como a revelação do campeonato.

Um dos pontos altos do evento foi a entrega das medalhas para os treinadores mais votados. A honra de premiar os indicados coube ao ex-técnico Rui Guimarães. O técnico Adailton Rodrigues, que ficou com a “medalha de prata” na categoria - foi o segundo técnico mais votado, atrás apenas do campeão Samuel Medeiros -, elogia a organização do evento. “O que o pessoal do Esporte Amador faz, o Mozart, com todo carinho, amor, dedicação, o Rodrigo, todo o pessoal ali, fecha o ano dando um glamour todo especial ao Campeonato Palhocense”, refletiu o treinador, que não concordou muito com os resultados da votação. Adailton sugere mudanças no sistema de votação para as próximas edições do prêmio. “A gente saiu um pouco triste, mas não com a organização do evento, que foi um sucesso total”, destaca.

“Para mim foi um prazer estar participando, mais uma vez, da votação. Acho muito gratificante para nós que fizemos o futebol amador. A cada ano que passa, a organização evolui cada vez mais. Já é o segundo ano que eu participo e o segundo ano que eu levo o troféu como melhor treinador. Em 2017 fomos campeões também, pelo Cerâmica, em 2018 não teve a competição e agora fomos campeões pelo Paissandu”, observa o técnico Samuel, que já tem três títulos na primeira divisão palhocense e outro na segunda divisão - desde 2014, leva seu time à final do campeonato em todas as edições do municipal. “Foi uma bela atração no ViaCatarina e espero nos próximos anos estar participando de novo e levantando mais um troféu”, projeta.

Samuel reverencia a história do ex-técnico Rui Guimarães, que lhe entregou a premiação. “Para mim foi uma honra. É uma pessoa por quem eu tenho um carinho, já conhecia do futebol, da Rádio Guarujá, e é sempre um prazer ter o reconhecimento do trabalho. E também fiquei feliz que vários atletas do Paissandu levaram o prêmio de melhor jogador”, enaltece.

A organização do evento também fez uma homenagem a Odilon Agenor da Silva, autor do hino do Paissandu, do Cruzeiro, do Liverpool, do Eldorado e do Cerâmica Silveira. 


Seleção do Campeonato

Bola de Ouro: Rodrigo Thiesen (Paissandu)
Bola de Prata: Thomas (Atlântico)
Bola de Bronze: Felipinho (Paissandu)
Craque da Galera: Thomas (Atlântico)
Revelação: Renan (Cascalho)

Seleção de ouro
Diego (Paissandu); Ruan (Paissandu), Fábio Fidélis (Paissandu), Ben Hur (Paissandu) e Wesllen (Paissandu); Gustavo (Atlântico), Rodrigo Thiesen (Paissandu), Carlinhos (Atlântico) e Biel (Paissandu); Thomas (Atlântico) e Felipinho (Paissandu). Técnico: Samuel (Paissandu).

Árbitro: Israel Matiola
Assistente: Valcioni Rosa 
Delegado: Wilson Brant

Seleção de Prata
Juliano (Atlântico); Dé (Atlântico), Ciro (Atlântico), Peterson (Atlântico) e Wagner Andrade (Eldorado); Alexandre (Rio Grande), Wilson (Atlântico), Fabinho (Paissandu) e Bruno (Atlântico); Edu Salles (Eldorado) e Allan (Paissandu). Técnico: Adailton (Atlântico).

Árbitro: Jorge Hammes
Assistente: Cristian Delfino
Delegado: Gabriela Nascimento

Seleção de Bronze
Daivison (Eldorado); Renan (Cascalho), Everton (Paissandu), Marquinhos (Eldorado) e Paulinho (Paissandu); Matiola (Paraíso), Keko (Eldorado), Frango (Liverpool) e Luiz Antônio (Cascalho); Gui (Eldorado) e Kleyfer (Eldorado). Técnico: Tião (Cascalho).

Árbitro: Ivan Batisti
Assistente: Marquinhos
Delegado: Nilton Espíndola



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif