f8cd4f6b92c2fc70f0e82ac7e1a42880.jpg Vacinação em SC: estado ultrapassa 5 milhões de pessoas com esquema vacinal completo

1069b9477a3a0d2f867498dc62b62e0e.jpeg Campanha quer melhorar autoestima de mulheres em situação de vulnerabilidade

5f9a9fdb32314194b4a64723f76fca64.jpeg Membros da comunidade se mobilizam para preservar vegetação na Pedra do Urubu

de47197475943f65b8890285981920fa.PNG Inspirada por Nelson Rodrigues, escritora de Palhoça lança livro de contos

c64875ae6408469efef36af9aa564775.jpeg ViaCatarina recebe mais uma edição da Feira do Artesanato

9570bba7c4646e5c724a73492d325f77.jpeg Produzido em Palhoça, EP de estreia de Yaju está disponível nas principais plataformas digitais

d6d50a1ca4d89a2580356c2c407d6130.jpeg Atletas da FMEC conquistam medalhas no Brasileiro de taekwondo

27e11cacd416c88131ac3f88f6e81065.jpg Copa do Mundo de Amadores contará com dois times de Palhoça

06dcb5028c047a5c6a4971990792762d.jpeg Halterofilismo: Rogério Anderle é campeão no Sul-Brasileiro 2021

b056d29d794b5e1bd70c65f106382a3b.jpg Governador Carlos Moisés abre a 60ª edição dos Jasc e destaca investimentos históricos no esporte

Só metade da rua é calçada, mas o IPTU é o mesmo

Moradores da Joaquim Caetano da Silva, no Caminho Novo, reclamam de injustiça: se apenas uma parte da rua é pavimentada, por que todos os moradores pagam o mesmo valor de IPTU?

5ba58507fe22d5ec3e83d662621a26b2.jpg Foto: DIVULGAÇÃO

Texto: Isonyane Iris

 

A rua Joaquim Caetano da Silva, no Caminho Novo, foi asfaltada só até a metade. Sem entender por que todos pagam os impostos se só a metade usufrui de uma rua com boas condições, eles pedem explicações ao município.

"Faz algum tempo que ela começou a ser asfaltada, só que somente parte dela; a outra metade ficou sem asfalto. Eu moro na parte que não recebeu asfalto e mesmo assim pago IPTU como todos. Gostaria de entender o porquê dessa discriminação", pergunta a moradora Joseane Canarinos, acrescentando que, ao pedir explicações para a Prefeitura, o retorno teria sido de que a rua ainda está no projeto. "Por que em duas etapas, se é a mesma rua?", tenta entender a moradora.

Sem se identificar, uma outra moradora afirma que já conferiu seu carnê de IPTU junto com o de outros moradores e estão todos com o mesmo valor, o que ela considera ser um absurdo. "Não pode todos pagarem o mesmo valor se metade da rua anda na lama. Isso é injustiça. Eu ando na lama, meus filhos saem de casa sujando os sapatos, enquanto os demais saem limpinhos, e a Prefeitura ainda quer que a gente aceite isso?", questiona a moradora.

Morador da rua há mais de 10 anos, Luiz Augusto não consegue entender os motivos que fizeram a rua ser asfaltada pela metade. "Se trouxeram máquinas, material, equipe de trabalho, por que não concluíram tudo? Que mania da Prefeitura em começar e não terminar as coisas, para que dividir em duas partes? Duvido que isso aconteceria se o prefeito Camilo Martins morasse aqui", acredita o morador.

A Prefeitura explicou que pretende zerar a relação de ruas sem pavimentação no Caminho Novo. Segundo a Secretaria de Infraestrutura, apenas quatro vias públicas estão sem pavimentação no bairro. "Vale lembrar que, recentemente, a Prefeitura pavimentou, com obras complementares, 39 ruas, sendo 31 em um mesmo pacote de obras. Quanto ao IPTU, independentemente de a propriedade contar com benfeitorias ou não, a Prefeitura é autorizada por lei a cobrar o Imposto Predial e Territorial Urbano. Claro que uma propriedade localizada num bairro com rua pavimentada, drenagem, meio-fio, iluminação pública, coleta de lixo, paga mais pelo IPTU", explica o município, em nota.



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg