Tainá conquista bicampeonato sul-americano Pro Jr

Com o título, surfista palhocense garantiu vaga no Mundial da categoria, no final de novembro, em Taiwan

14076a515b1c3c6c321caf51021c38b5.jpg Foto: DANIEL SMORIGO/WSL/DIVULGAÇÃO

A surfista da Guarda do Embaú Tainá Hinckel conquistou o bicampeonato no 2019 WSL South America Pro Junior Champion, o sul-americano para atletas com até 18 anos de idade, durante o Oi Pro Junior Series, encerrado no domingo (10), na praia de Maresias, em São Sebastião, no litoral paulista. O título da etapa ficou com a peruana Sol Aguirre, mas Tainá já havia entrado na água para a bateria final com a taça do sul-americano garantida.

A palhocense comemorou a conquista logo na segunda bateria de sábado (9). Tainá fez uma bateria impecável, batendo todos os recordes femininos do Oi Pro Junior Series, somando duas notas 7,75 na vitória por 15,50 pontos. Quando saiu do mar, a surfista foi logo abraçada pelo seu pai, Carlos Kxot, que sempre está junto com ela nas competições.

Na bateria final, no domingo (10), Tainá, que defendia uma invencibilidade no Brasil em 2019, largou na frente, com uma nota 8,50 na primeira onda que surfou. A peruana Sol Aguirre, que tentava sua primeira vitória no ano, conseguiu duas boas notas e terminou a bateria com 11,90 pontos, contra 11,75 pontos da palhocense.

O título da etapa não veio, mas a surfista da Guarda do Embaú, que conseguiu seu primeiro título sul-americano em 2016, com apenas 13 anos, comemorou o bicampeonato do circuito sul-americano. Agora, iguala o bicampeonato da própria Sol Aguirre (2017 e 2018), que tem a mesma idade da brasileira. “Foi muito legal poder ter conquistado o bicampeonato. O mar estava bem difícil, mas eu lutei até o final e graças a Deus deu tudo certo. Eu comecei este ano muito focada e era um dos meus objetivos, e foi concluído. É um título muito maneiro, com certeza bem importante para a minha carreira, e estou muito feliz”, destaca Tainá.

A conquista do sul-americano garantiu Tainá no Mundial Pro Junior da World Surf League, que será disputado entre os dias 23 e 26 de novembro, em Taiwan. “As expectativas para o Mundial são as melhores. Na verdade, eu nem estou pensando muito, só quero me divertir, poder passar as baterias, fazer notas altas, conhecer um lugar novo, que é Taiwan, nunca fui para lá, então quero realmente me dar bem. Estou com a meta de ser campeã mundial Pro Junior este ano e vou fazer de tudo para isso acontecer”, projeta a palhocense.



Galeria de fotos: 2 fotos
Créditos: DANIEL SMORIGO/WSL/DIVULGAÇÃO DANIEL SMORIGO/WSL/DIVULGAÇÃO
Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif