ViaCatarina apresenta Feira do Artesanato

Evento vai reunir produtos de 47 artesãos que fazem parte do programa Economia Solidária no município

26ce3f851d847f6e10b0bf52ca003860.jpg Foto: REPRODUÇÃO/FACEBOOK

Entre quinta (27) e domingo (30), o Shopping ViaCatarina promove a 1ª Feira de Artesanato, onde a arte, a técnica e o talento de grandes artistas locais estarão em exposição. O evento é realizado em parceria com a Feira da Economia Solidária, que já existe há oito anos, e desde 2015 é abrigada formalmente sob a Lei Nº 4290, que instituiu a política de fomento à economia solidária em Palhoça.

Hoje, o programa conta com mais de 50 produtores locais, e 47 deles vão participar da Feira de Artesanato, que acontece de quinta (27) a sábado (29), das 10h às 22h, e domingo (30), das 11h às 20h, na área de eventos do ViaCatarina, no primeiro piso, em frente à Loja Marisa, e no segundo piso, em frente ao Magazine Luiza.

O público poderá conferir criações em bolsas, bonecas, lencinhos, tiaras, bijuteria, trabalhos em MDF e EVA, crochês em geral, costura criativa, artes aplicadas e muitos outros produtos artesanais. Trabalhos como o da artesã Cleunice Mussatto Barcelos, moradora do Centro de Palhoça, que trabalha com caixas em MDF há cinco anos e criou a marca Art’s Cléu. A artesã diz que sempre gostou muito de artes e desde que se aposentou começou a desenvolver seus produtos. A técnica, ela desenvolveu sozinha. “Não fiz cursos e nem procuro nada pela internet”, garante, o que imprime um ar de originalidade às suas criações. Quem visitar o ViaCatarina durante a feira vai poder comprovar. “Vou tentar expor uns 50 modelos de caixas diferentes. Entre elas, maquiagem, bijuterias, costura, chá, bandejas, kit bebês, caixa padrinhos, maletas adulto e infantil, caixas presentes, entre outras”, comenta Cleunice, que já faz parte da turma da Economia Solidária há quatro anos, atendendo a um convite da organizadora da feira, Gênesi Duarte.

Cleunice acredita que eventos como a Feira do Artesanato ajudam muito os pequenos produtores. “É muito bom, pois é mais um espaço onde podemos divulgar nosso trabalho. Mesmo não tendo vendas imediatas, as pessoas levam nosso contato e mais tarde nos procuram”, atesta a artesã.

Gênesi relata que a Feira da Economia Solidária faz parte de um movimento popular mundial, que iniciou em Palhoça há oito anos, em parceria com o Sindicato Rural. Atualmente, as feiras acontecem no primeiro dia de cada mês, na Praça Sete de Setembro, no Centro de Palhoça. Na segunda semana de cada mês, o evento “visita” a Faculdade Municipal de Palhoça e a Unisul. “Temos total apoio da Prefeitura, através da Secretaria de Turismo, com o secretário Adriano Mattos, e nosso prefeito, Camilo Martins”, observa a coordenadora, acrescentando que a feira também está inserida no calendário de eventos da Prefeitura.

O poder público abraçou de vez o projeto quando Adriano Mattos era secretário da Assistência Social e regulamentou a Economia Solidária no município, com a criação da  Lei Nº 4290. “Pela lei, o poder público deve prover espaços para que a economia solidária possa expor e comercializar seus produtos. Então, desde 2014 nós iniciamos esse processo, e hoje são mais de 50 empreendedores da economia solidária que estão tendo essa oportunidade no município”, reflete Adriano Mattos, atualmente comandando a Secretaria de Turismo.

O secretário também agradece a parceria de instituições como o ViaCatarina, que ajudam a expandir a economia local. “Este espaço que o ViaCatarina está ofertando para os nossos artesãos é muito importante, porque vai dar visibilidade e divulgação, e principalmente a oportunidade de eles estarem comercializando os produtos deles, que são produtos locais, feitos aqui no nosso município, por empreendedores sociais, que muitas vezes complementam a renda familiar com essa atividade, então é muito importante esse tipo de parceria”, destaca.



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif