Boca Maldita - Edição 724

 

Esgoto no rio Aririú prejudica quem vive da pesca

Após duas análises consecutivas, realizadas pela Cidasc, foi constatada a presença de microrganismos contaminantes do tipo E.coli (cocô no linguajar popular) acima do limite permitido pela legislação na carne dos moluscos bivalves, na localidade da Barra do Aririú, em Palhoça, e na Ponta de Baixo, no município de São José.

Dessa forma, está proibida a retirada para o consumo e a comercialização de moluscos (ostras, mexilhões, vieiras e berbigões) procedentes dessas localidades.

Quem sofre com isso são os produtores de mariscos e ostras, bem como os pescadores em geral, que estão há mais de duas semanas sem poder vender nada. 

O vereador Nilson Espíndola, um dos representantes da comunidade da Barra do Aririú, afirma que isso “é o resultado da falta de fiscalização por parte dos órgãos responsáveis dos municípios, principalmente na área de saneamento básico (rede pluvial), que lança esgoto diretamente no mar, bem como a fiscalização às margens do rio Aririú, com agravantes nas localidades de Pachecos e Vila Nova, onde o esgoto é jogados diretamente no rio, de maneira criminosa, sem que a FCam e outros órgão de fiscalização tomem quaisquer providência.

O vereador solicita uma urgente e maior fiscalização, um verdadeiro “pente fino”, para que esses esgotos clandestinos sejam retirados da rede pluvial e devidamente lacrados. Estima-se, que cerca de 40% das residências da região estão jogando seus esgotos na rede pluvial (em direção ao mar) e no rio Aririú.

O vereador enfatiza que, “se faz necessária a realização de campanha educativa, orientando a população sobre a correta destinação de seu esgoto, por meio de fossas sépticas e sumidouros”. 

 

Atenção secretário de Obras Zunga

Um bueiro aberto na rua Neusa Vidal Schmidt, na Pinheira, recebeu uma tampa nada convencional, já que segundo os moradores, mesmo com insistentes pedidos, a Prefa não providenciou a colocação de uma tampa adequada. Para minimizar os problemas e o risco de automóveis ou pessoas caírem no buraco, a comunidade colocou um varal como tampa. Não ficou bom, mas está servindo de gozação! 

 


Obras de mobilidade

Foi dado início às obras de mudança no trânsito no encontro da BR-282 e a BR-101, por causa das futuras inaugurações da Havan e do Brasil Atacadista. Uns acham que vai ficar uma maravilha, outros já não têm tanta certeza assim! Oremos... 

 


O que Dizem e Eu Não Afirmo...
Que a Câmara se reuniu esta semana e fez uma sessão extraordinária para aprovar as mudanças no plano diretor do Sul do município. Não foi aprovado e, por enquanto, o Sul continua como sempre se encontrou: sem direção!
QUE aquele ditado que diz “água de morro abaixo e fogo de morro acima, quando começa ninguém segura”, ainda não pode se aplicar ao Sul de Palhoça, pelo menos no que se refere à água, que mesmo sendo de morro abaixo, ainda não chegou nas casas da Pinheira e da Guarda do Embaú. 



Publicado em 30/01/2020 - por Joao Jose da Silva

btn_google.png btn_twitter.png btn_facebook.png








Autor deste artigo


Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif