cea913637f9993044e2d593d2c8c58a5.jpeg Professor de Ecologia e Oceanologia aborda exploração de petróleo

31912c67f113f2bc58ba76fe5f16f0c1.jpeg Por meio do Governo do Estado, Epagri Ciram realiza ações de apoio à pesca

05869665556f62f815b6c2a9f54623e6.jpeg Professores e alunos da Ponte do Imaruim reclamam de horários do transporte coletivo

2a46e516208184553913a41ae23578e0.jpeg Através de campanha solidária, evento de Dia das Crianças deve ocorrer no São Sebastião

124a5fd64c0300628c002b6987790ece.jpeg Acusado de matar pelo menos 15 pessoas é preso na Ponte do Imaruim

5e23d8c4a62a022f340e9d6aa9d81f61.jpeg PBec Brasil completa 11 anos de história no futebol palhocense

e228afe0fbb6efb4982272fb3b076d56.jpeg Tocha se destaca em reestreia do Campeonato Paranaense de BMX

72f487649eea6e06499c8aad717c7939.jpg Rodada do Campeonato Palhocense de Juniores é cancelada por suspeita de Covid-19

fb7c595c0003a6d5a1d67ae4342a585b.jpeg Apostando em jovens talentos, Guarani encerra Série B em quinto lugar

5d4a40de45338ded326da1392547a49a.jpeg Paratleta de Palhoça é homenageada por participação em Tóquio


Editorial - Edição 801

A lei, que a poucos beneficia, costuma oferecer o lado da espada mais afiado aos que têm menos oportunidade. Um exemplo está sendo vivido pelos moradores da comunidade Mestre Moa, no Caminho Novo.

O local começou a ser invadido em 2016 e hoje é moradia para 37 famílias. A pandemia da Covid-19 foi ainda mais dura com os menos favorecidos. Isso é fato matemático. Os mais ricos ficaram ainda mais ricos, e os mais pobres, mais miseráveis. 

Além do abismo econômico, há também uma abissal distância no acesso à Justiça. E isso, infelizmente, é um traço histórico brasileiro.

Por outro lado, há a necessidade de uma segurança jurídica acerca da propriedade. Não podemos incentivar avanços sobre terras. Embora os grandes latifúndios do capital especulativo precisem urgentemente de desapropriações legais, sob a tutela do Estado. Vontade política para tal, não há!

Na maioria, os comentários que virão junto a esta postagem e sobre a notícia das manifestações será de: “Vai trabalhar”; “Tem que despejar”. Comentários fáceis de fazer através das redes sociais ou despachos judiciais. Difícil deve ser olhar nos olhos de quem vai perder o lar.



Publicado em 22/07/2021 - por Palhocense

btn_google.png btn_twitter.png btn_facebook.png








Autor deste artigo


Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg