Covid-19: Palhoça às portas dos mil casos

Boletim Epidemiológico divulgado nesta sexta (3) registra 936 pacientes e seis óbitos desde o início da pandemia. Números de junho preocupam

a57cd4dd837cc8ffb94bea896913af24.png Foto: REPRODUÇÃO

O Boletim Epidemiológico divulgado nesta sexta (3) pela Secretaria de Saúde registra 936 pacientes e seis óbitos provocados pela Covid-19 desde o início da pandemia. Os números de junho preocupam, com explosão no número de casos.

Até o dia 3 de junho, Palhoça havia feito 1.372 testes para identificar a presença do novo coronavírus em pacientes com sintomas suspeitos, com 191 confirmações e 1.085 suspeitas descartadas. Isso representava um percentual de 14% de resultados positivos para os testes realizados.

Um mês depois, segundo o relatório apresentado nesta sexta (3), com 3.076 testes realizados até aqui, 1.874 exames deram negativo e 936 deram positivo; um percentual de 30%. Esta é a situação em Palhoça desde o início da pandemia.

Se tomados apenas os números deste período de um mês, entre os dias 3 de junho e 3 de julho, que mostram a realidade do momento atual vivido por Palhoça dentro da pandemia, a situação é ainda mais preocupante: 1.704 testes realizados nesse período, com 789 suspeitas descartadas e 745 pacientes confirmados com Covid-19, ou seja, um percentual de 44%. Com cinco novas mortes registradas, o número de óbitos pulou de um para seis.

As duas novas mortes confirmadas pela Secretaria de Saúde nos últimos dois dias são de um homem de 80 anos, morador do Caminho Novo, sem registro de comorbidade, e um homem de 84 anos, residente na Ponte do Imaruim, que tinha histórico de pneumopatia e estava internado na UTI do Hospital de Caridade, em Florianópolis.

Do total de pacientes catalogados pela Secretaria de Saúde até aqui, 397 já estão recuperados e outros 533 seguem sendo monitorados; 266 pessoas aguardam o resultado dos exames. Até o prefeito Camilo Martins passou por uma testagem (o resultado ainda não foi divulgado). Seu pai, o deputado estadual Nazareno Martins, recebeu nesta sexta-feira (3) o resultado do teste realizado para a Covid-19: tanto ele quanto a esposa testaram positivo. Nazareno Martins apresentou sintomas leves, já a esposa do deputado continua assintomática. Ambos estão em isolamento, recebendo cuidados médicos e apresentam quadro de saúde estável. 

 

Situação em 3/06

1.372 testes
1.085 descartados
191 confirmados
1 óbito
14% dos testes deram positivo

 

Situação em 3/07

3.076 testes
1.874 descartados
936 casos confirmados
6 óbitos
30% dos testes deram positivo

 

Nos últimos 30 dias

1.704 testes
789 descartados
745 confirmados
5 óbitos
44% dos testes deram positivo

 

Casos por bairro

106 casos - Ponte do Imaruim
103 casos - Bela Vista
81 casos - São Sebastião
77 casos - Aririú
70 casos - Barra do Aririú 
43 casos - Guarda do Cubatão
42 casos - Passa Vinte 
35 casos - Caminho Novo 
30 casos - Rio Grande, Pedra Branca, Jardim Eldorado e Centro
26 casos - Pachecos
24 casos - Nova Palhoça
21 casos - Pagani e Praia de Fora
20 casos - Alto Aririú
19 casos - Jardim Aquárius
17 casos - Madri
11 casos - Enseada de Brito
10 casos - Frei Damião e Brejaru
7 casos - Aririú da Formiga e Furadinho
6 casos - Vila Nova e Pinheira
5 casos - Passagem do Maciambu
4 casos - Praia do Sonho
3 casos - Jardim das Palmeiras
2 casos - Pontal
1 caso - Laranjeiras, Guarda do Embaú, Albardão, Praia do Meio e Ponta do Papagaio

* Outros 30 pacientes não tiveram o endereço identificado


Com 936 infectados desde o início da pandemia, Palhoça aparece em oitavo lugar na lista dos municípios mais afetados pela Covid-19 no estado. Pelos números divulgados nesta sexta (3), Santa Catarina tem 30.261 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus, sendo que 24.703 pessoas estão recuperadas e 5.182 continuam em acompanhamento. A doença respiratória causou 376 óbitos no estado desde o início da pandemia. Com isso, a taxa de letalidade é de 1,24%.

O município com mais casos é Chapecó, que contabiliza 2.504 pacientes com Covid-19, seguido por Joinville (2.339), Blumenau (2.151), Itajaí (1.917), Balneário Camboriú (1.737), Florianópolis (1.556), Concórdia (1.287), Palhoça (936), Criciúma (756) e Xaxim (576).

Dos 1.316 leitos de UTI existentes pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Santa Catarina, há 911 ocupados, sendo 273 por pacientes com confirmação ou suspeita de infecção por coronavírus. A ocupação é de 69,2% e há 405 leitos livres atualmente.

 


Quer participar do grupo do Palhocense no WhatsApp?
Clique no link de acesso!
 



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg