2bcce634871ed1468e7351608bbebb70.jpg Vacinação em SC: Estado distribui doses nesta terça para vacinar adolescentes contra a Covid-19

df6918034d4114166d85ee70d1d48414.jpg Cerca de 4 mil beneficiados do SC Mais Renda ainda não buscaram seus cartões

24ad3550b5edf4882c4dd519fdf7be25.jpeg SC Transplantes registra recuperação em número de doações de órgãos

dbcd3da33f56f29f2f6a7dcf20c532df.jpg Palhoça é a primeira cidade de SC a concluir o programa Salto em 2021

cea913637f9993044e2d593d2c8c58a5.jpeg Professor de Ecologia e Oceanologia aborda exploração de petróleo

5e23d8c4a62a022f340e9d6aa9d81f61.jpeg PBec Brasil completa 11 anos de história no futebol palhocense

e228afe0fbb6efb4982272fb3b076d56.jpeg Tocha se destaca em reestreia do Campeonato Paranaense de BMX

72f487649eea6e06499c8aad717c7939.jpg Rodada do Campeonato Palhocense de Juniores é cancelada por suspeita de Covid-19

fb7c595c0003a6d5a1d67ae4342a585b.jpeg Apostando em jovens talentos, Guarani encerra Série B em quinto lugar

5d4a40de45338ded326da1392547a49a.jpeg Paratleta de Palhoça é homenageada por participação em Tóquio


Nazareno Martins é contra a PEC 188/2019

Deputado palhocense avalia que extinguir municípios com menos de 5 mil habitantes não é a solução para o problema fiscal no país

7978ef87cd600362a04181d43777b185.jpg Foto: DIVULGAÇÃO

O governo federal apresentou, no início deste mês, uma lista com mais de 30 propostas em tramitação no Congresso, consideradas prioritárias para este ano,a entre elas a PEC 188/2019 do Pacto Federativo, que prevê a extinção de todos os municípios com menos de 5 mil habitantes e que não possuam pelo menos 10% de sua receita proveniente de arrecadação própria.

Somente em Santa Catarina, 104 municípios podem ser extintos. A PEC propõe que esses municípios extintos sejam incorporados ao seu vizinho de maior índice de sustentabilidade fiscal, correndo o risco de sobrecarregar estes, que já possuem as demandas de sua população.

Na avaliação do deputado estadual Nazareno Martins, são muito graves as consequências que irão ocorrer com a extinção desses municípios, caso a PEC do Pacto Federativo seja aprovada. A proposta trará impacto em diversos aspectos - tributários, burocráticos e sociais - a todos esses municípios e a seus moradores, que possuem raízes, laços e orgulho da sua terra natal. “A PEC erra ao tentar avaliar a sustentabilidade fiscal de um município pela sua arrecadação própria, pois o modelo de repartição de competências tributárias estabelecido em nossa Constituição reserva aos municípios o direito de tributar apenas imóveis urbanos e serviços. Acontece que grande parte dos municípios catarinenses são rurais ou vivem do agronegócio, possuindo, desta forma, baixa capacidade de arrecadar impostos”, argumenta o deputado.

Nazareno Martins acredita que a extinção dos municípios com menos de 5 mil habitantes não é a solução do problema fiscal em nosso país. “Lutarei aqui no nosso estado e até mesmo em Brasília, junto com nossos deputados federais de Santa Catarina, para que este absurdo não seja aprovado na Câmara. Precisamos analisar e debater todas as opções, discutir a gestão dos municípios, mas sem extingui-los”, completa.

 

Quer participar do grupo de WhatsApp do Palhocense?

Clique no link de acesso!



Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg