Roubos a mercados: PM diz que número é estável

Comando está realizando a programação operacional para englobar todas as novas situações provocadas pela pandemia

427e9884723d302253a21217cfbf527b.jpg Foto: REPRODUÇÃO

Atualizada em 4/04

 

Nesta quinta-feira (2), dois homens assaltaram um mercado localizado em uma das ruas mais movimentadas do Pachecos. Foi o segundo assalto a mercado registrado esta semana. A outra ocorrência foi na Barra do Aririú (clique aqui e veja os detalhes).

Os dois homens chegaram em uma moto Honda/CG 125, de cor preta. Enquanto  um dos bandidos aguardava na moto em uma rua lateral ao mercado, o outro entrou no mercado anunciando o assalto, com uma arma em mãos, O bandido efetuou um disparo acidental,  perfurarando um freezer dentro do estabelecimento. Pelo relato e pela característica da perfuração ocasionada pelo projétil,  a arma utilizada provavelmente seria um calibre 22, segundo a Polícia. Foi roubada uma pequena quantidade de dinheiro. Os bandidos fugiram após o assalto na direção do Aririú.

Como os mercados são alguns dos poucos estabelecimentos abertos nesta época de quarentena, acabam se tornando alvos para os bandidos. Porém, a estatística não está acima da habitual, segundo a PM. "Os números de roubos registrados na PM continuam estáveis. Por termos poucos assuntos fora do Covid-19, qualquer crime, a divulgação é maior. Estamos realizando nossa programação operacional tentando englobar todas as novas situações do Covid e as rotineiras práticas criminosas", avalia o tenente-coronel Rodrigo Dutra, comandante do 16º Batalhão da Polícia Militar, sediado em Palhoça.

O comandante pede o apoio da população para que evite fazer denúncias infundadas referentes ao Covid-19 (veja aqui o que pode funcionar e as restrições em vigor). O tenente-coronal também pede que os estabelecimentos em funcionamento reduzam seus horários de atendimento, priorizando o dia. "Perdemos a vigilância natural das pessoas circulando nas ruas, principalmente à noite", justifica o comandante.

Outra situação a considerar com relação a essa vigilância natural é que as praças e as quadras esportivas não terão mais iluminação à noite. Essa é uma medida que visa evitar aglomerações nesses locais, nesta época de pandemia. Com base no Decreto Municipal 2568/2020, que mantém a proibição do acesso à orla das praias e cachoeiras, assim como a  permanência em parques, praças, quadras poliesportivas e espaços públicos ou comunitários de lazer em Palhoça, a partir de sexta-feira (3) a Prefeitura suspende a iluminação pública nesses locais, com o objetivo de coibir a aglomeração e circulação de pessoas, a melhor forma de evitar a propagação do novo coronavírus.

“Essa iniciativa se fez necessária porque percebemos que a população não está respeitando a medida que proíbe o acesso a espaços públicos, determinada desde o início da quarentena, em 19 de março”, explica o gerente de operações e prevenção da Defesa Civil de Palhoça, Júlio Marcelino.

O decreto também recomenda que os moradores permaneçam em suas residências, evitando movimentação nas ruas, a menos que eu se tratem de atividades inadiáveis ligadas a saúde, alimentação e trabalho.

Vale ressaltar que descumprir determinação do Poder Público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa, é uma infração prevista no artigo 268 do Código Penal, passível de detenção e multa, bem como apuração de infração administrativa.

 

Quer participar do grupo do Palhocense no WhatsApp?
Clique no link de acesso!
 



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif