Título catarinense embala sonho olímpico

Léo Weiss vence o campeonato estadual de boxe, de olho na Olimpíada de Paris, em 2024

3315ffcc755747bf93d32173f258c2a5.jpeg Foto: BRAINSTORMING/DIVULGAÇÃO

Por: Willian Schütz*

Dias antes de completar 17 anos, Leonardo Weiss conquistou seu segundo título no Campeonato Catarinense de boxe. A competição foi realizada na última semana, em Joinville, e serviu como mais um passo na carreira do jovem atleta palhocense, cuja meta é integrar a Seleção Brasileira de boxe e disputar a Olimpíada de 2024.

Depois de um início complicado na competição estadual, o jovem pugilista do Aririú passou a se sentir mais confortável com o decorrer das lutas. “Eu comecei o campeonato sentindo um pouco a pressão. O começo foi mais complicado e a primeira luta foi a mais difícil pra mim. Mas aos poucos fui pegando o ritmo e melhorando”, relata.

Segundo o atleta, a reta final da competição teve um ritmo atípico, que provocou cansaço. Foram três lutas em apenas dois dias. A final ocorreu no último domingo (11), e Leonardo teve de enfrentar Felipe Maracujá, atleta de Balneário Camboriú, como adversário decisivo. “A luta final foi a minha melhor no campeonato, eu estava tranquilo e me saí muito bem. Tanto que, depois que a luta acabou, o presidente da Federação Catarinense me elogiou e disse que, desde que eu comecei a treinar com o Kelson Pinto, melhorei bastante”, conta.

Praticante do esporte desde a infância, promissor desde o princípio, Leonardo reconhece a evolução desde que começou a treinar com Kelson, em 2019. “Sem dúvida nenhuma, ele é um dos melhores treinadores do Brasil e do mundo. Poucas pessoas têm a experiência que o Kelson Pinto tem”, conta Leonardo sobre seu treinador, que é multicampeão no esporte.

A experiência de ter um treinador que, entre muitas conquistas, já ganhou a medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg (1999), no Canadá, e participou das Olimpíadas de Sydney (2000), na Austrália, parece estar fazendo a diferença. O resultado está se mostrando bastante efetivo. Segundo Leonardo, das 55 lutas que disputou, ele saiu vitorioso em 45 oportunidades. 

Com o título catarinense, o jovem pugilista conseguiu classificação para o Brasileiro. É a oportunidade de dar mais um passo para integrar a Seleção Brasileira de boxe e buscar vaga para os Jogos Olímpicos de Paris, marcados para 2024. 

Sobre isso, Weiss relata que, apesar de faltar praticamente três anos, a sensação que tem é a de que “não falta muito tempo”. O lutador revela que essa é a sua pretensão desde 2013, quando vestiu as luvas pela primeira vez. 


História documentada

Léo Weiss já se sagrou campeão em diversas oportunidades, com destaque para: Torneio Galo de Ouro (2015), Torneio da Argentina (2016), Desafio RJ x SP (2017) e Copa Talento (2019), além dos dois títulos catarinenses, de 2019 e 2021. 

Por conta dessa trajetória, uma equipe da produtora Brainstorming está produzindo um documentário sobre a história do jovem boxeador. A produção deve ser lançada ainda neste ano.

* Sob a supervisão de Alexandre Bonfim

 

Quer participar do grupo de WhatsApp do Palhocense?

Clique no link de acesso!



Galeria de fotos: 2 fotos
Créditos: BRAINSTORMING/DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg