Boca Maldita - Edição 715

 
Fabinho Coelho busca soluções para vazamentos de água
 
A falta de água que preocupou os palhocenses nos últimos tempos segue preocupando o vereador Fabinho Coelho, que recentemente promoveu uma varredura nos vazamentos que têm acontecido nos bairros Passa Vinte e Jardim Aquárius.
 
Segundo Fabinho, esse levantamento servirá para cobrar a Samae: “Muitas reclamações referentes aos vazamentos são feitas diariamente a mim, por isso fizemos essa ação de identificar os vazamentos que jogam água fora durante semanas, sem que soluções sejam realizadas”, aponta Fabinho.
 
O parlamentar afirma ainda que, “esses vazamentos revoltam a população. Estamos buscando, junto à Samae o conserto e também tentando entender o que tem causado tantos vazamentos, não só no Passa Vinte, mas em toda a nossa cidade”.
 
Fabinho enfatiza que pretende continuar com essas ações por mais bairros, sempre contando com a participação da população para identificar os problemas e comunicar, através de abertura de protocolo junto à Samae. Ele colocou seu gabinete à disposição e suas redes socais para que a população comunique esses desperdícios de água. 
 
 
Wait
 
Ter que  ficar ten... e até twenty... minutos sem ser atendido, quando se liga para a Prefeitura é de xingar em inglês! Ao invés de melhorar, o novo sistema telefônico chega a irritar! Para disfarçar, uma mensagem da secretária eletrônica comunica que “sua chamada é a "ten" da fila e o tempo de espera de sua ligação e de "nine" minutos”. Mas daí vai, "nine", "eight", "seven", "six", "five", "four", "three", "two", "one"... O diabo é quando chega no “one”, a secretária eletrônica diz: “sua chamada é a primeira da fila e será atendida pelo primeiro atendente disponível”. Isso, é claro, depois de mais uns "fifteen" minutos e você ali ouvido aquela musiquinha chata pra caramba! Que chique, né, tudo isso em inglês!! Eu morro, vou morar perto da casa do Ronério e não vejo tudo! 
 
 
 
O difícil não é fácil
 
Quem tem se virado nos trinta para resolver os problemas de vazamento de água em Palhoça é o secretário da Samae, Sérgio Matiola! Com tantas críticas da Câmara Municipal, os vereadores bem que poderiam dar uma ajudinha para remendar alguns canos, né?! 
 
 
A Boca Maldita é Sua...
 
Nos enviou uma leitora: “Hoje presenciei uma situação inusitada no cemitério Bom Jesus de Nazaré, no Passa Vinte: um cidadão, provavelmente morador próximo, simplesmente lavando seu automóvel, na maior cara de pau, usando a água do cemitério... Pode isso?!” 
 
 
Vendendo gato por lebre
 
O projeto de implantação de um sistema de transporte coletivo integrado nos municípios da Grande Florianópolis, proposto pelo governo do estado, foi amplamente debatido na sessão plenária da Câmara de Vereadores de Palhoça na segunda-feira (11). Os vereadores aprovaram o parecer da Comissão de Constituição, Legislação e Justiça (CCLJ) e apresentaram uma emenda para que o Convênio de Cooperação Interfederativo firmado entre Palhoça e o estado de Santa Catarina, somente entre em vigor assim que todos os municípios envolvidos no Sistema Integrado de Transporte Público Coletivo da Região Metropolitana da Grande Florianópolis, inclusive o sistema de Transporte Público Coletivo Municipal de Florianópolis, estiver operando no sistema integrado. 
 
De acordo com o vereador Pitanta, não vai ser tão fácil assim a implantação, já que Florianópolis só entraria no sistema depois do término do contrato, feito com a atual empresa que explora o serviço até 2034! 
 
 
 
O bom filho à casa torna
 
Está sendo acertada a volta do secretário de Habitação de Palhoça, Toninho Pagani (sem partido), ao Partido Progressista (PP). Toninho saiu pela porta dos fundos, depois, como dizem, que foi escorraçado pelo deputado João Amim, filho de Esperidião, e, pelo que parece, pode voltar pela porta da frente e, assim, voltar a carregar o partido nas costas, como sempre fez! 
 
 
Caindo pelas tabelas
 
A escola Ângelo Cascaes Tancredo, do Bela Vista, onde o governo do estado pretende instalar uma escola cívico-militar, recebeu esta semana a visita do vereador Bala, que ficou estarrecido com o que constatou: “A escola está totalmente abandonada, com as instalações depredadas e com mato tomando conta”. 
A pergunta que fica é uma só: Moisés e sua equipe conseguirão, em dois meses, arrumar o que levou quatro anos para ser construir e mesmo assim não colocou em funcionamento? Duvido e faço pouco! 
 
O que Dizem e Eu Não Afirmo...
QUE o governo do estado devia se preocupar, antes de fazer o sistema integrado de transporte coletivo, em construir um corredor de ônibus dos municípios como Tijucas, Biguaçu, Palhoça, São José... até Florianópolis.
QUE o vereador Jean Negão anda com problema de “vista”! Mas graças a Deus, na sessão de terça-feira (12), ele melhorou!
QUE a única coisa que o governador Moisés fez por Palhoça foi fazer uma visita à Passagem do Maciambu, pra rever o local onde seu pai nasceu!
QUE, se for instalado o novo sistema integrado de transporte coletivo, como o governo do estado quer, mais de 700 pais e mães de famílias podem ficar desempregados em Palhoça!


Publicado em 14/11/2019 - por Joao Jose da Silva

btn_google.png btn_twitter.png btn_facebook.png








Autor deste artigo


Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif