Batalhão da PM em Palhoça tem novo comando

Major Rodrigo Dutra substitui o tenente-coronel Jacob Quint Neto

5c7bb61ae32da476db89cab8c1367c97.jpg Foto: LUCIANO SMANIOTO

O 16º Batalhão da Polícia Militar de Santa Catarina, sediado em Palhoça, tem novo comandante. Na última quinta-feira (7), em solenidade realizada na Praça do Espelho D’Água, no Passeio Pedra Branca, o major Rodrigo Carlos Dutra assumiu o comando do batalhão, no lugar do tenente-coronel Jacob Quint Neto.

A cerimônia foi marcada pela emoção. Em vários momentos, o tenente-coronel foi às lágrimas ao relembrar sua trajetória na Polícia Militar – Quint passou para a reserva. Principalmente, quando fazia referências à família. “Além da passagem de comando do 16º Batalhão, encerro minha carreira, ingressando na reserva remunerada. Falar do sonho daquela criança, que ao ver o irmão mais velho de meu pai, na época sargento da nossa Polícia Militar, segurando na barra de sua calça e dizendo que queria ser polícia quando crescesse. Os anos passaram e este sonho se tornou realidade”, recordou, emocionado.

Quint amparou sua conduta nos valores familiares, para assumir a “responsabilidade de servir a sociedade catarinense, mesmo com o risco da própria vida”. “Foram dias felizes, intensos, de muito trabalho e dedicação, de muitas dificuldades, mas sem sombra de dúvida, de muitas conquistas. Quebramos alguns paradigmas, reduzimos vários índices de criminalidade, obtivemos recordes de apreensões e ampliamos os programas preventivos”, listou.

O tenente-coronel recebeu elogio formal do comando da 11ª Região de Polícia Militar, assinado pelo coronel Áureo Sandro Cardoso, comandante da 11ª região, e lido pelo tenente-coronel Paulo Sérgio Souza, chefe do Estado Maior da 11ª região – os dois comandaram o batalhão antes da chegada de Jacob Quint Neto, que assumiu o comando em maio de 2017. “Grande conhecedor do município de Palhoça, trabalhou por um grande período de sua carreira no 16º BPM, exercendo várias funções até alcançar o comando. O tenente-coronel Quint não mediu esforços para a execução das diversas atividades inerentes a essa unidade operacional, destacando-se pela forma harmoniosa de trabalho e de cooperação para com o comando da 11ª região de Polícia Militar. Dedicado em suas tarefas, esteve sempre à frente das ações operacionais desenvolvidas pelo 16º BPM, imprimindo um ritmo de trabalho diferenciado, de integração com as autoridades constituídas, empresários e comunidade palhocense, alcançando excelentes resultados operacionais e mantendo o excelente nível de comando do 16º BPM”, reverenciou o documento.

A relação próxima do comandante com a comunidade também foi destacada pelo vice-prefeito Amaro Junior, que representou o prefeito Camilo Martins na solenidade. Amaro agradeceu pelo trabalho dos últimos comandantes, Áureo e Paulo Sérgio, “pessoas comprometidas com o município”. “O Quint é amigo pessoal, jogador de futebol, pescador, sempre junto com a comunidade, sempre muito presente”, analisou Amaro. O vice-prefeito entregou ao tenente-coronel uma placa de homenagem e desejou boas-vindas ao novo comandante. “Quero desejar todo o sucesso ao major Rodrigo Carlos Dutra. Que tenha todo sucesso neste seu desafio. Palhoça sempre foi, é e será sempre parceira da Polícia Militar, e eu sei que a recíproca é verdadeira, porque nós compartilhamos esse caminho juntos e vamos suprindo cada desafio que a gente tem”, projetou Amaro.

O major Rodrigo Carlos Dutra é bacharel em Direito, especializado em Gestão e Políticas em Segurança Pública e em Administração da Segurança Pública. Foi subcomandante do 22º Batalhão, que atende a área continental de Florianópolis, e também integrou o 9º Batalhão, em Criciúma. “Estou muito feliz e motivado. Além de ser um sonho profissional comandar uma unidade, também sou morador aqui do município de Palhoça, minha família, meus amigos, a grande maioria mora aqui, então, além do empenho profissional, também vai ter este empenho pessoal, por ser morador”, disse o novo comandante, que mora na Pedra Branca há 10 anos. O major prometeu seguir o legado deixado pelos comandantes anteriores, sendo conciliador quando possível e rígido quando necessário.



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif