“Por que em Florianópolis não está faltando água?”

Na Câmara, vereador Bala fez o questionamento, dirigido à Casan

b11e2ded22ba47ff9c3e6b243ae13a1f.jpg Foto: DIVULGAÇÃO

Diante da frequente falta de água no município de Palhoça nas últimas semanas, inclusive com pedido de racionamento, o vereador José Carlos Amândio (Bala, MDB) pediu o envio de expediente à Casan, solicitando explicações sobre o porquê de o racionamento não estar atingindo o município de Florianópolis, que até o momento, segundo ele, ainda não registrou falta no abastecimento. “Acompanho diariamente o noticiário da TV e rádio e em nenhum momento, até agora, a mídia da capital registrou qualquer reclamação de falta de água na Ilha”, disse, na tribuna.

Bala considera injusta a situação, pois além da água da Grande Florianópolis sair de Palhoça e de Santo Amaro, “a população palhocense não pode ficar à mercê de uma política de distribuição diferenciada pelo fato de a cidade, através da Samae, apenas adquirir a água da Casan". "Tem comunidade, em Palhoça, que não recebe água há 10 dias e isso é inadmissível”, protesta o parlamentar, que sugere à Samae de Palhoça que essas comunidades mais altas, que sofrem com falta de água com mais frequência e por longos períodos, sejam abastecidas com caminhões pipa, até que a situação se regularize. 



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif