Seja o amor da sua vida

Estudante da Unisul lança livro que fala da superação para reestruturar o amor-próprio em um ambiente de homofobia e violência doméstica

d163e758a252e3a2a93de61caf953112.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO

Com mais de um milhão de seguidores nas redes sociais e mais de 22 milhões de views, o youtuber Guilherme Pintto, estudante de Publicidade e Propaganda da Unisul, na Pedra Branca, lançou, no domingo (1), o livro “Seja o amor da sua vida”, na Livraria Catarinense no Beiramar Shopping, em Florianópolis. Nas duas primeiras semanas, após ser lançado em São Paulo e Rio de Janeiro, o livro ficou entre os cinco mais vendidos do Brasil.

O livro traz a própria história de superação de vida de Guilherme, que sofreu violência doméstica e como ele conseguiu ressignificar tudo o que aconteceu em sua vida. “A homofobia e a violência doméstica dentro de casa foram as causas para eu não ter autoestima, por eu ter medo de falar em público e muitas questões. Então, o livro é uma história de superação, contando de onde eu vim, porque eu falo de tudo isso, falo o que eu fiz para conseguir reestruturar o meu amor-próprio e traz também alguns textos que eu escrevo, que são como complemento para ajudar as pessoas”, comenta o autor.

A proposta do livro “Seja o Amor da Sua Vida” não é fazer com que Guilherme seja reconhecido como um grande escritor, mas tem a intenção de utilizar o meio impresso, principalmente o livro, que tem um grande número de entrega e distribuição no país, como ferramenta para ajudar as pessoas de alguma forma. “A época em que a gente passou por tudo, e que foram as fases mais traumáticas, tanto da minha vida quanto da minha mãe, a gente percebeu que o conhecimento foi o que nos manteve forte e que conseguiu de fato com que a gente fosse buscar a solução para sair de toda aquela bagunça que a gente vivia”, observa.

Guilherme sempre gostou muito do marketing e das estratégias que o marketing utiliza para melhorar produtos e de comunicar esses produtos da melhor forma para o público alvo. “Estudar Publicidade veio dessa minha necessidade de aprender um pouco mais sobre o marketing, de como eu poderia gerenciar não só a minha carreira, mas também de outras pessoas”, explica.

Para o estudante, a publicidade tem muitas formas de ajudar causas LGBTs e a sociedade em geral. “É importante que os profissionais dessa área façam com que mercado da publicidade seja muito mais que estimular o consumo, e sim que o mercado seja consciente com as causas que usa como público-alvo”, argumenta.

O estudante começou a ser conhecido após um texto intitulado “Seja o cara” viralizar na internet. O post teve mais de 120 mil likes. Logo depois, veio o vídeo “Aprenda a fazer falta”, que estourou no YouTube, gerando 16 mil inscritos em um dia; isso se repetiu por quatro dias consecutivos, e rendeu mais de 100 mil inscritos em seu canal em três semanas.

 



Galeria de fotos: 2 fotos
Créditos: DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO
Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • d83a8831fba6952d386c6501dc64c0ab.jpg