Editorial - Edição 795

O trânsito de Palhoça é, sem dúvidas, um dos gargalos de desenvolvimento de nossa Terra Querida. Já tratamos do tema algumas vezes aqui neste espaço. Mas hoje a reflexão é sobre o impacto do caos do trânsito em nossa qualidade de vida e temperamento.

Poucos conseguem, em meio a uma fila interminável, ter paciência e empatia. O congestionamento é, para os nossos dias (guardadas as proporções), um front de guerra. Ali, disputamos, metro a metro, segundo a segundo. E o inimigo? Bem, o inimigo passa a ser qualquer um que não esteja dentro do meu carro!

Terreno parecido é o das redes sociais. Na tarde de quarta-feira (9), postamos alguns flagrantes que o drone do jornal Palhocense fez em um dos locais críticos de nosso trânsito – o posto de gasolina próximo à rotula da BR-282. Ali, motoristas fundaram um novo trevo. A postagem registrava o fato, mas passou a ser também alvo dos que veem o inimigo em tudo e em todos.

É óbvio que nosso trânsito local vem sofrendo com as medidas de adaptação da BR-101. É claro que, se houvesse uma alternativa acessível e mais segura, ela seria usada pelos motoristas que circulam pelo local. Mas isso não tira a importância de mostrarmos que o atalho traz riscos para pedestres, frentistas e outros motoristas.

Alguns questionaram até o porquê da reportagem. Usamos este espaço para responder: a matéria foi feita exatamente para gerar debate, pressão por mudanças e criação de alternativas para nosso trânsito. Estamos do mesmo lado!



Publicado em 10/06/2021 - por Palhocense

btn_google.png btn_twitter.png btn_facebook.png








Autor deste artigo


Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg