f8cd4f6b92c2fc70f0e82ac7e1a42880.jpg Vacinação em SC: estado ultrapassa 5 milhões de pessoas com esquema vacinal completo

1069b9477a3a0d2f867498dc62b62e0e.jpeg Campanha quer melhorar autoestima de mulheres em situação de vulnerabilidade

5f9a9fdb32314194b4a64723f76fca64.jpeg Membros da comunidade se mobilizam para preservar vegetação na Pedra do Urubu

de47197475943f65b8890285981920fa.PNG Inspirada por Nelson Rodrigues, escritora de Palhoça lança livro de contos

c64875ae6408469efef36af9aa564775.jpeg ViaCatarina recebe mais uma edição da Feira do Artesanato

9570bba7c4646e5c724a73492d325f77.jpeg Produzido em Palhoça, EP de estreia de Yaju está disponível nas principais plataformas digitais

d6d50a1ca4d89a2580356c2c407d6130.jpeg Atletas da FMEC conquistam medalhas no Brasileiro de taekwondo

27e11cacd416c88131ac3f88f6e81065.jpg Copa do Mundo de Amadores contará com dois times de Palhoça

06dcb5028c047a5c6a4971990792762d.jpeg Halterofilismo: Rogério Anderle é campeão no Sul-Brasileiro 2021

b056d29d794b5e1bd70c65f106382a3b.jpg Governador Carlos Moisés abre a 60ª edição dos Jasc e destaca investimentos históricos no esporte

Falando Sério - Edição 650

 

Sonho ou realidade?

Sonhei que ao sair do apartamento havia encontrado um indivíduo, de aparência estranha, que solicitou-me um minuto para conversarmos. Eu, educadamente, concordei, com a certeza de que não demoraríamos muito batendo papo.

Ele perguntou-me se acreditava que alguém já tivesse vivido no ano 2.060, do século 21. Eu respondi que não, que era impossível que isso ocorresse, já que o ser humano é incapaz de conhecer o futuro. Ele, então, sorriu e respondeu que já tivera a oportunidade de conhecer o futuro, afirmando que 10 dias antes ele teve a tristeza de conhecer o mundo de daqui a 50 anos.

Perguntou-me se eu recordava daquele filme intitulado "O Planeta dos Macacos". Pois é, o mundo de 2.06O será "o planeta dos cachorros". Lá, existiam poucos seres humanos, porque não nasciam mais crianças, desde o tempo em que não havia mais união entre sexos opostos.

A história relata que depois que começaram os casamentos entre homens e entre mulheres, as crianças foram desaparecendo e os seres humanos começaram a adotar cachorros de todas as raças. Davam-lhes carinho, comida saudável, salão de beleza e hospital competente para tratar de suas doenças. Até internamento em clínicas para tratamento de Alzheimer em cachorros. E o ser humano foi abandonado.

Foram criadas escolas para educar cachorros e chegaram até a criar curso superior para darem doutorado animal a determinadas raças de cães. Com o passar do tempo, os animais foram mudando suas atitudes: começaram a andar em duas patas; aprenderam a pronunciar palavras; foram pra luta por empregos humanos e entraram na política. 

Em poucos anos, eles entendiam de manobrar a tecnologia, já que o ser humano, em sua grande maioria, havia enlouquecido de tanto usar os aparelhos de criar loucos, distanciando-se uns aos outros. Não havia mais amizade e nem sabiam mais o que era o amor. 

E assim, os cachorros foram substituindo os seres humanos. Tinham maioria em todos os poderes da República; aprenderam o que é propina; a roubar o dinheiro público; a andar com seres humanos na coleira, urinando e evacuando nas calçadas. 

A história, ele comentou, já nos ensinava em filmes muito bem feitos, da existência do "Planeta dos Macacos". 
De repente, o despertador tocou. Acordei e fui olhar como estava o tempo. Olhei pra rua e vi seis estudantes passando, cada um longe da realidade, com os dedinhos dançando sobre os botões do amor de suas vidas: o aparelho de fazer malucos. 

E nas ruas, os cães fazendo suas necessidades fisiológicas, esperando a oportunidade de conquistarem o mundo.



Publicado em 02/08/2018 - por Juarez Nahas

btn_google.png btn_twitter.png btn_facebook.png








Autor deste artigo


Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg