f8cd4f6b92c2fc70f0e82ac7e1a42880.jpg Vacinação em SC: estado ultrapassa 5 milhões de pessoas com esquema vacinal completo

1069b9477a3a0d2f867498dc62b62e0e.jpeg Campanha quer melhorar autoestima de mulheres em situação de vulnerabilidade

5f9a9fdb32314194b4a64723f76fca64.jpeg Membros da comunidade se mobilizam para preservar vegetação na Pedra do Urubu

de47197475943f65b8890285981920fa.PNG Inspirada por Nelson Rodrigues, escritora de Palhoça lança livro de contos

c64875ae6408469efef36af9aa564775.jpeg ViaCatarina recebe mais uma edição da Feira do Artesanato

9570bba7c4646e5c724a73492d325f77.jpeg Produzido em Palhoça, EP de estreia de Yaju está disponível nas principais plataformas digitais

d6d50a1ca4d89a2580356c2c407d6130.jpeg Atletas da FMEC conquistam medalhas no Brasileiro de taekwondo

27e11cacd416c88131ac3f88f6e81065.jpg Copa do Mundo de Amadores contará com dois times de Palhoça

06dcb5028c047a5c6a4971990792762d.jpeg Halterofilismo: Rogério Anderle é campeão no Sul-Brasileiro 2021

b056d29d794b5e1bd70c65f106382a3b.jpg Governador Carlos Moisés abre a 60ª edição dos Jasc e destaca investimentos históricos no esporte

Campeão nos Estados Unidos visita academia em PH

Ulisses Andrade, fisiculturista que mantém o canal Maromba na Gringa, interagiu com atletas e teve tempo de conhecer a Guarda do Embaú

9a83f18101eab2d3494b974c84d7ff0e.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO

Se depender do encantamento nesta primeira visita, o fisiculturista Ulisses Andrade vai incluir Palhoça na lista de cidades que considera como “lar”. Mineiro de Poços de Caldas, Ulisses vive em Nova York, nos Estados Unidos, desde 2004 e há muitos anos pratica o “bodybuilding”, mas foi somente há dois anos que ele entrou para o mundo das competições. O brasileiro mantém um canal no YouTube, o Maromba na Gringa, e foi através deste canal que Rogerio Silva e Flávia Mafra fizeram amizade com o fisiculturista e o convidaram para visitar Palhoça.
Ulisses chegou ao Brasil no dia 18 de outubro e foi direto para São Paulo, onde participou da feira Brasil Trading Fitness Fair. Foi um ótimo termômetro da popularidade do canal, que existe há três anos e conta com 41 mil inscritos. “Na feira, todo mundo me parava, vinha conversar comigo. Até me surpreendi, porque minha vida é tão corrida lá nos Estados Unidos e eu não tinha essa noção da proporção que isso está tomando. Foi demais, a reação da galera, é muito doido, muito legal, gratificante”, comenta Ulisses. No Maromba na Gringa, o atleta mostra como é a vida dele nos Estados Unidos, desde o cotidiano do trabalho na construção civil até a rotina do fisiculturismo, com seus treinos exaustivos e muita dieta. Suas dicas servem tanto de aprendizado quanto de motivação para quem está começando a dar os primeiros passos no universo do fisiculturismo. “Isso aí não tem preço, é o que eu quero. Se motivar dez pessoas já está valendo a pena”, acrescenta Ulisses.
Até os mais experientes se identificam com o canal. É o caso do casal Rogerio e Flávia, multicampeã que deixou sua marca no halterofilismo e no fisiculturismo. Eles entraram em contato com Ulisses e fizeram o convite. Ulisses topou. Foi sua primeira vez em Santa Catarina. Ele chegou em Palhoça no dia 31 de outubro e participou de um treinão aberto na academia Mafra, no Jardim Eldorado, no dia 2 de novembro. “Foi um treino de portas abertas, encheu a academia e eu troquei ideia com a galera”, relembra.
Além dos treinos, Ulisses também teve tempo de fazer um pouco de turismo na região e ficou encantado com a Guarda do Embaú. “Nossa, que paraíso. Agora eu chego nos Estados Unidos naquele frio de novo, e já já tem neve. Mas eu voltarei, me apaixonei por esse lugar”, projeta.
No retorno aos Estados Unidos, Ulisses vai começar a se preparar para disputar o New York Pro, em maio do ano que vem. É uma das competições mais prestigiadas do bodybuilding internacional, “perdendo” apenas para o Mr. Olympia e o Arnold Classic. Ele conquistou o direito de se tornar um profissional ao vencer o campeonato nacional, o North American, e agora vai buscar uma nova vitória no Pro, o que garantiria vaga no aclamado Mr. Olympia. “É a Copa do Mundo pra nós”, compara. Sua categoria é a Classic Physique, que seria uma categoria “intermediária”, entre o Men’s Physique (que tem um apelo mais estético) e o Men’s Bodybuilding (homens mais fortes, musculosos e definidos). “É uma categoria mais clássica, uma cinturinha mais fina, um shape menorzinho, mais encaixado. Tipo o Arnold Schwarzenegger tinha, eles estão resgatando aquela linha bonita que tinha antes, porque os caras hoje estão uns monstros”, avalia Ulisses. Quem sabe Palhoça tenha dado sorte ao atleta e na próxima visita ele já apareça por aqui ostentado o título de mister Olympia?

 



Galeria de fotos: 2 fotos
Créditos: DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO
Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg