Forças de segurança se unem em operações

Depois do sucesso da Operação Verão, objetivo é aumentar a segurança em toda a cidade

1a367a55eee2623c4457f3333d5224b3.jpg Foto: DIVULGAÇÃO

Texto: Sofia Mayer*

 

Na noite desta quinta-feira (5), a Secretaria Municipal de Segurança Pública (SMSP), juntamente com as Polícias Civil e Militar de Palhoça, se reuniram para debater as ações integradas que estão sendo realizadas desde a semana passada no município. Com o objetivo de aumentar a segurança na cidade, uma das principais pautas das operações diz respeito à fiscalização de ferros-velhos e à abordagem e cadastramento de pessoas em situação de rua. As ações não têm data para terminar.

O secretário de Segurança Pública, Alexandre Silveira de Sousa, comemora as operações de verão e diz que a ideia, agora, é dar continuidade a algumas ações que surtiram efeito positivo no início do ano. “A gente fez uma reunião semana passada e ficou acertado que nós iríamos fazer as ações com a Prefeitura, tudo integrado”, explica. Na terça-feira (3), as forças de segurança iniciaram uma abordagem conjunta com pessoas em situação de rua. Todas foram cadastradas no município e estão sendo monitoradas.

Um levantamento da secretaria aponta que as cerca de 10 novas pessoas em situação de rua cadastradas na cidade vieram do Rio Grande do Sul e possuem passagem pela Polícia. Segundo comerciantes e lojistas de Palhoça, elas estavam causando prejuízos aos estabelecimentos. “Veio gente nova e o padrão dos furtos era realmente um só: estavam pulando pelas janelas, pelas telhas de brasilite…”, relata o secretário. 

As ações unificadas também têm o objetivo de esclarecer dúvidas sobre proteção e orientar os comerciantes a melhorar seus sistemas de segurança. Com o objetivo de popularizar informações, na reunião de ontem, também foi definida a distribuição de um folheto informativo para lojistas do município, com o passo a passo dos procedimentos necessários em caso de furto. “Todo mundo tem que fazer sua parte”, explica Sousa. Hoje, a Polícia Militar já faz um serviço gratuito de consultoria de segurança em estabelecimentos comerciais. 

Sousa conta também que está tramitando um processo que prevê a instalação de câmeras de videomonitoramento em áreas públicas da cidade. “Tudo vai ser monitorado aqui e compartilhado com a Polícia Militar, que vai monitorar na Pedra Branca", relata.


Operação contra as drogas

Além da reunião com SMSP, Polícia Civil e Polícia Militar, a noite de quinta-feira (5) ficou marcada por uma ação integrada contra o tráfico de drogas. Uma ocorrência foi registrada no bairro Rio Grande. “Eu sei que é uma questão paliativa, porque a gente sabe que tráfico não se combate assim, demora a investigação. A reunião foi mais para dar uma resposta imediata, mas os trabalhos continuam”, explica.


Ferros-velhos 

Contemplando a série de operações conjuntas, a quarta-feira (4) foi norteada por uma grande fiscalização em ferros-velhos da cidade, resultando em três conduções à delegacia de Polícia Civil para instauração do Termo Circunstanciado por Desobediência (artigo 330 do Código Penal). 

Além de buscar por casos de receptação e fiscalizar a documentação dos estabelecimentos, as ações realizados nos ferros-velhos criam subsídios para que a Polícia Civil possa investigar cada caso mais a fundo.

Prevendo a redução da criminalidade, um projeto de lei para regularizar os ferros-velhos na cidade (PL 0583/19) chegou a ser encaminhado à Câmara. Segundo o secretário de Segurança Pública, caso fosse implementado, os ferros-velhos de Palhoça teriam um ano para serem transferidos à área industrial da cidade.

 

* Sob a supervisão de Luciano Smanioto



Galeria de fotos: 6 fotos
Créditos: DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO
Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg