Iluminação pública: um terço do sistema já com LED

O trabalho de substituição das lâmpadas antigas pela tecnologia nova já foi finalizado nos bairros Aririú da Formiga, Mar Aberto, Guarda do Embaú, Frei Damião, Rio Grande, Pachecos e Nova Palhoça

b8ad3391cae581368c15b856e6104ceb.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO/SECOM

O serviço de modernização da iluminação pública em Palhoça continua a todo o vapor. Em alguns bairros, já é possível perceber a ação da tecnologia LED, que emite luz branca, garantindo melhor percepção visual, embelezando a cidade e proporcionando maior segurança à população.
 
Executada pelo consórcio QLUZ, da qual a empresa Quantum faz parte, a modernização alcançou, em janeiro, um terço do parque de iluminação pública do município. O trabalho já foi finalizada nos bairros Aririú da Formiga, Mar Aberto, Guarda do Embaú, Frei Damião, Rio Grande, Pachecos e Nova Palhoça.
 
A tecnologia LED está sendo implantada atualmente nos bairros Ponta do Papagaio, Praia de Cima, Praia de Baixo, Morretes, Jardim Eldorado, Barra do Aririú, Bela Vista, Caminho Novo, São Sebastião, Guarda do Cubatão, Furadinho e Praia do Pontal. Muitos desses locais de extrema movimentação na temporada de verão, o que resulta em mais segurança e beleza aos olhos de moradores e turistas.
 
Na sequência, o trabalho vai iniciar nos bairros Alto Aririú, Passa Vinte e Praia do Sonho. Para a solicitação de manutenção de lâmpadas piscando, apagadas à noite ou acesas de dia, os palhocenses devem avisar as equipes da QLUZ via ligação gratuita, por meio do número 0800-606-1535. O prazo para atendimento desses chamados é de até 48 horas, salvos casos em que ocorra falta de energia, furtos, vandalismo, chuvas ou ventos fortes.
 

Modernização gera economia

Até o fim do contrato, terão sido substituídas 100% das luminárias convencionais existentes por tecnologia LED, gerando economia de mais de 60% na fatura de energia elétrica, além da expansão do sistema de iluminação pública ao longo da concessão. Somente no mês de fevereiro foram modernizados 2330 pontos.

Além do processo de instalação das novas luminárias, a cidade passa a contar com o sistema de telemonitoramento ou telegestão, que permite monitorar os pontos de iluminação pública, identificando falhas, obtendo informações ou executando comandos. O gerenciamento das demandas de iluminação pública é feito no Centro de Controle Operacional (CCO).
 

Manutenção: 908 atendimentos em fevereiro

Além do serviço de modernização, a QLUZ realizou 908 atendimentos de manutenção somente no mês de fevereiro. “A solicitação para a troca de uma lâmpada queimada, por exemplo, pode partir da comunidade, que solicita a manutenção via canais de atendimento. No entanto, com o sistema de telemonitoramento passamos a ter esse controle, agilizando o serviço e garantindo mais tranquilidade ao morador”, informa o gerente da QLUZ, Luan Vieira.



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg