cea913637f9993044e2d593d2c8c58a5.jpeg Professor de Ecologia e Oceanologia aborda exploração de petróleo

31912c67f113f2bc58ba76fe5f16f0c1.jpeg Por meio do Governo do Estado, Epagri Ciram realiza ações de apoio à pesca

05869665556f62f815b6c2a9f54623e6.jpeg Professores e alunos da Ponte do Imaruim reclamam de horários do transporte coletivo

2a46e516208184553913a41ae23578e0.jpeg Através de campanha solidária, evento de Dia das Crianças deve ocorrer no São Sebastião

124a5fd64c0300628c002b6987790ece.jpeg Acusado de matar pelo menos 15 pessoas é preso na Ponte do Imaruim

5e23d8c4a62a022f340e9d6aa9d81f61.jpeg PBec Brasil completa 11 anos de história no futebol palhocense

e228afe0fbb6efb4982272fb3b076d56.jpeg Tocha se destaca em reestreia do Campeonato Paranaense de BMX

72f487649eea6e06499c8aad717c7939.jpg Rodada do Campeonato Palhocense de Juniores é cancelada por suspeita de Covid-19

fb7c595c0003a6d5a1d67ae4342a585b.jpeg Apostando em jovens talentos, Guarani encerra Série B em quinto lugar

5d4a40de45338ded326da1392547a49a.jpeg Paratleta de Palhoça é homenageada por participação em Tóquio


Judoca palhocense vence campeonato na Austrália

No domingo (13), Pedro Antun disputou e venceu um total de sete lutas, conquistando o Campeonato Australiano de Judô

1140fc6659f797e17a2a927c366e5f22.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO

 

Por: Willian Schutz*

Faixa preta de judô e Jiu-jitsu, o palhocense Pedro Antun atualmente atua na Austrália. E foi lá, em uma parte distante do globo terrestre, que ele obteve sua mais recente conquista: venceu o Campeonato Australiano de Judô. Considerada a principal disputa judoca no país, a competição foi realizada na Gold Coast, no domingo (13). 

Para a conquista, Pedro disputou um total de sete lutas: quatro na categoria adulto e três na categoria Master, que é para atletas de 30 a 35 anos. 

Cabe destacar que, em todos os combates, o atleta palhocense venceu por ippon: a pontuação mais alta do judô. 

Mas, apesar da alta performance, Pedro conta que o título australiano não foi fácil de ser conquistado. “Aqui na Austrália tem muitos atletas que, assim como eu, imigraram de outros países, tornando o nível da competição muito alto”, revela o judoca palhocense.  

“Na semi-final, lutei contra um atleta húngaro muito experiente, consegui encaixar uma chave de braço e me classificar pra final contra o atleta de Western, Austrália: o Willian Redpath, que também era um dos favoritos ao título”, conta Pedro Antun. 

O atleta também relata estar muito feliz com seu desempenho no evento, visto que essa é a primeira competição nacional após o início da pandemia de Covid-19. “Eu me preparei muito bem para essa competição e o meu ponto mais forte no evento foi a parte psicológica, para não cair na pressão dos gringos e conseguir aplicar minhas técnicas convertendo as lutas em vitórias”, explica. 

Além do título, Pedro também já se sagrou Campeão Sul-Americano e é quatro vezes campeão do Sydney International Open. Agora, ele segue treinando forte para as próximas metas: o Grand Slam de Tokyo, que ocorrerá em dezembro, além do Campeonato Mundial de 2022. 

Em clima de felicidade, ao finalizar a entrevista com a reportagem do Palavra Palhocense, Pedro Antun fez questão de “agradecer a minha família por sempre acreditar no meu potencial, especialmente meu pai, Carlinhos Antun, que é o mentor disso tudo que está acontecendo na minha vida. E claro, todos os amigos que torcem pelo nosso sucesso, o pessoal da Palhoça, especialmente a minha turma lá da Guarda do Embaú, onde eu fui criado e morei durante 21 anos”, finaliza com alegria.

* Sob a supervisão de Alexandre Bonfim

 

Quer participar do grupo de WhatsApp do Palhocense?

Clique no link de acesso!



Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg