Mar Musical” une dança, narrativa e música

Najla é educadora musical e atua em diferentes contextos, como escolas de música, escolas de ensino regular, Ensino Superior, curso de Música, e também como regente de coros adultos e infantis

c601a791b5d9edf2ba29ee6951ce3bad.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO

A professora Najla Santos foi uma das inúmeras profissionais que aproveitaram a pandemia para criar algo novo, para experimentar um novo formato, um meio inovador de passar uma mensagem, de transmitir conhecimento. Assim nasceu o livro “Mar Musical”.
A história apresenta cinco animais sonoros que dialogam através da música: Sr. Caranguejo, Sr. Peixe, D. Tartaruga, Polvo Pedrinha e Polvo Pedroso. Eles cantam, dançam e até ensinam a cantar. Em seus diálogos, é possível perceber a amizade, o companheirismo e o incentivo a fazer uso da música, considerando que todos podem “musicar”.

Mas “Mar Musical” não é apenas um mar de letras; é um mar de música, também. “Tais personagens ganham vida ao acompanharem, de forma física, o livro, na contação de história. Eles são construídos com materiais reciclados, como garrafas pet, tampinhas de diferentes tamanhos e tipos (plástico e metal)”, explica a professora.

Najla conta que teve a inspiração em uma live que acompanhou durante a pandemia. Com o isolamento e a necessidade de rever os planos para 2020, a professora passou a ocupar o tempo aprofundando o contato com outras práticas musicais, por meio de lives nas redes sociais. Em uma dessas lives, o educador musical Estevão Marques apresentou a fórmula Hadobi, que permite multiplicar por seis o repertório de brincadeiras. A sigla une seis palavras, designadas como “ingredientes”, que podem ser diretamente relacionadas em uma única prática musical: história, artes plásticas, dança, objeto, brinquedo e instrumento. “Tal fórmula me motivou intensamente a pensar sobre as práticas musicais infantis, e eis que, assim como um presente inesperado, tive a inspiração para escrever a história”, descreve a professora.

Najla é educadora musical e atua em diferentes contextos, como escolas de música, escolas de ensino regular, Ensino Superior, curso de Música, e também como regente de coros adultos e infantis. “Sempre esteve presente a ideia de poder ensinar música, tanto através do nosso corpo, considerando-o como instrumento, quanto através de objetos, materiais que pudessem sonorizar. Cantigas, histórias, objetos sonoros, como também o uso de repertório de estilo variado se fez presente nas minhas práticas realizadas. Entretanto, escrever um livro infantil, e ainda, musical, nunca tinha me despertado a inspiração e desejo”, narra.

Mas a inspiração veio e “Mar Musical” ganhou vida. O resultado agradou até os olhos e ouvidos mais exigentes. “’Mar Musical’ é uma história singular. Um enredo cheio de graça, vida e movimento. O universo infantil ganha um interessante aliado, com inúmeras possibilidades de vivências artísticas, capaz de favorecer o desenvolvimento da sensibilidade, da criatividade e da imaginação, tendo como principal instrumento a consciência corporal e a expressão vocal. Além de provocar curiosidade pelas criaturas fantásticas que habitam os oceanos. Ao entrar em sintonia com os personagens e a musicalidade desta obra de Najla Santos, abre-se uma fonte inesgotável de experiência sensorial”, destaca A pedagoga e professora de Educação Infantil Rosilene Dolores Paranhos Rodrigues, em avaliação do livro.

 

Quer participar do grupo de WhatsApp do Palhocense?

Clique no link de acesso!



Galeria de fotos: 2 fotos
Créditos: DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg