709613614bcb2725cdaa5ef145969577.jpeg Palhoça participará da 36ª Feira Catarinense de Matemática

f90f3a05155a04f34e156874fdef6efe.jpeg Governador sanciona lei que cria nova Polícia Penal e o Estatuto que a rege

c2abafaee81eeb2b9636708c0e29f559.jpeg Brasil Atacadista de Palhoça comemora Halloween na pista de patinação

113e618973b8ebd17fca0d7d47a14e83.jpeg Pescadores de Palhoça terão ajuda para fazer recadastramento nacional

290414776c163caecd307988082d2124.jpeg Começa a pré-produção de “Ferrolho”, filme ambientado na Pinheira

7af56a643841db6a9098b402f3cb2d62.jpeg Irmão falecido há 18 anos assina letra de "Dilema", música de Guilherme Stingler

fd67d75723bfe78bda89f51eaf466587.jpeg Judoca se prepara para representar Palhoça nos Jogos Escolares Brasileiros

52b0d7288e387bb75af6dcd071294308.jpeg Atletas de Palhoça ganham medalhas na Copa Desterro de Jiu-jitsu Profissional

4591eb7458e13b72850d0266561322bb.jpeg Jovens atletas representam Palhoça em competições estaduais

b1389c69ecc88f51f017f24a6510b6da.jpeg Judoca criado dentro do programa Palhoça Esportiva é campeão estudantil

678354f0c4a3c4a0a66e5acc0f97f463.PNG PBec Brasil vence primeira partida oficial como clube profissional


Nenén retorna ao futebol amador de Palhoça

Ídolo da Chapecoense, meia armador vai reforçar o Avante, do Pachecos, no Campeonato Palhocense

1d72ef9d9c48fa38f6b1bc2a41142304.PNG Foto: DIVULGAÇÃO

Por: Willian Schutz*

Conhecido como “Nenén”, o meia-atacante Odair Souza está de volta ao futebol palhocense. Ídolo da Chapecoense, tendo disputado mais de 300 partidas com a camisa do clube do Oeste, o jogador deixou o futebol profissional no ano passado, mas não pendurou as chuteiras. Isso porque Nenén chega para reforçar o Avante Futebol Clube, do Pachecos, para a primeira divisão do Campeonato Palhocense.  

Em clima de reencontro, o meia multicampeão se apresentou na sede do Avante na semana passada, onde esteve na companhia de antigos amigos: Aldo João Cristiano, ex-presidente do time do Pachecos; Adinei Adelmo da Silva, que atualmente preside o clube; além do treinador da equipe, Aloísio Adelmo da Silva. Os três conheceram Odair Souza por volta do ano 1999. Na época, Nenén ainda era garoto e chegava no Avante de Palhoça vindo do projeto Moleque Bom de Bola, iniciativa que incentiva os meninos a aprimorarem seus talentos no futebol. 

Após jogar como amador pelo Avante, Nenén trilhou seus passos no profissional. Começou no Guarani de Palhoça e teve passagens por Figueirense, Criciúma, Atlético Paranaense, Goiás, Londrina, Caxias e Veranópolis. Mas foi em 2009, ao chegar na Chapecoense, que sua carreira despontou. 

Vestindo a camisa da Chape, Odair Souza viveu momentos marcantes. Foi campeão catarinense em 2011, 2016 e 2017; teve a oportunidade de disputar a Copa Sul-Americana de 2016 e até jogou um amistoso contra o Barcelona. 

Outro fato marcante é que, por conta de uma lesão, Nenén não pôde disputar a final da Copa Sul-Americana de 2016. Não relacionado, ele estava tratando da lesão quando a delegação da Chapecoense embarcou no voo LaMia 2933 para a Colômbia, na noite de 29 de novembro de 2016. Foi quando o mundo chocou-se com o acidente envolvendo o avião no qual os companheiros de time de Nenén estavam. A aeronave caiu e 71 pessoas morreram.

Odair Souza seguiu na Chape e no futebol, apesar do período difícil. E mesmo após a aposentadoria oficial, ele deve seguir atuando nos gramados de Palhoça e é uma novidade nesta retomada da primeira divisão municipal. A competição deve iniciar em outubro. Mais informações serão divulgadas em breve no site da Liga Palhocense de Futebol (lphf.esp.br). 

* Sob a supervisão de Alexandre Bonfim

 

Quer participar do grupo de WhatsApp do Palhocense?

Clique no link de acesso!



Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg