f8cd4f6b92c2fc70f0e82ac7e1a42880.jpg Vacinação em SC: estado ultrapassa 5 milhões de pessoas com esquema vacinal completo

1069b9477a3a0d2f867498dc62b62e0e.jpeg Campanha quer melhorar autoestima de mulheres em situação de vulnerabilidade

5f9a9fdb32314194b4a64723f76fca64.jpeg Membros da comunidade se mobilizam para preservar vegetação na Pedra do Urubu

de47197475943f65b8890285981920fa.PNG Inspirada por Nelson Rodrigues, escritora de Palhoça lança livro de contos

c64875ae6408469efef36af9aa564775.jpeg ViaCatarina recebe mais uma edição da Feira do Artesanato

9570bba7c4646e5c724a73492d325f77.jpeg Produzido em Palhoça, EP de estreia de Yaju está disponível nas principais plataformas digitais

d6d50a1ca4d89a2580356c2c407d6130.jpeg Atletas da FMEC conquistam medalhas no Brasileiro de taekwondo

27e11cacd416c88131ac3f88f6e81065.jpg Copa do Mundo de Amadores contará com dois times de Palhoça

06dcb5028c047a5c6a4971990792762d.jpeg Halterofilismo: Rogério Anderle é campeão no Sul-Brasileiro 2021

b056d29d794b5e1bd70c65f106382a3b.jpg Governador Carlos Moisés abre a 60ª edição dos Jasc e destaca investimentos históricos no esporte

Programa Ciclo já distribuiu mais de 10 mil absorventes íntimos em Palhoça

Projeto existe no município desde dezembro de 2020

4eda7fa82a13f22e68bfd2df0e7213ee.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO

O programa Ciclo, destinado a combater a chamada pobreza menstrual, já fez a distribuição gratuita de mais de 10 mil absorventes a mulheres palhocenses.

O programa existe desde dezembro do ano passado. O sucesso foi tão grande que a Prefeitura de Palhoça resolveu ampliar as ações. Além da distribuição de produtos de higiene íntima, disponíveis em todas as unidades básicas de saúde, foi lançado, em setembro, o eixo “Ciclo nas Escolas”, que vai levar informação a alunas do 5º ao 9º ano da rede municipal de ensino, com foco na saúde e na higiene feminina e na educação menstrual. “Programas sociais como o Ciclo são iniciativas que nos emocionam, como gestores, porque nós percebemos o quanto eles fazem a diferença na vida das pessoas”, comenta o prefeito Eduardo Freccia. 

A situação da pobreza menstrual no Brasil é preocupante: cerca de 1,5 milhão de brasileiras vivem em residências sem banheiro; uma em cada 10 meninas perde aula quando menstrua; cada aluna perde em média 45 dias de aula no ano letivo por conta do período menstrual; uma mulher gasta entre R$ 3 mil e R$ 8 mil, ao longo de sua vida menstrual, com absorventes.

Diante desse cenário, o programa Ciclo foi estabelecido com a missão de levar informações ao público-alvo e fornecer kits de higiene íntima às mulheres e adolescentes em situação de vulnerabilidade financeira do município.

A ideia partiu do ex-prefeito Camilo Martins, que, durante uma viagem internacional, leu um artigo que falava sobre pobreza menstrual. Sensibilizado, Camilo encomendou a criação do programa aos profissionais do Palhoça Lab, laboratório de inovação mantido pela Prefeitura.

Primeiro, o Ciclo funcionou como uma espécie de piloto, em três unidades básicas de saúde (UBS) especialmente selecionadas. Depois, o projeto se expandiu e hoje os produtos de higiene íntima são distribuídos em todas as UBS do município. Agora, foi iniciada a nova fase do programa, o Ciclo nas Escolas.

O eixo Ciclo nas Escolas prevê: a realização de palestras para capacitação dos profissionais da educação da rede municipal sobre a temática, com o objetivo de fornecer informações importantes para entender, ajudar e acolher as alunas durante o período menstrual; a realização de palestras para alunas da rede municipal de ensino (do 5º ao 9º ano escolar, com idades entre 10 e 15 anos) sobre higiene feminina e educação menstrual, com a intenção de disseminar assuntos básicos e necessários, relacionados à saúde; o combate à pobreza menstrual nas escolas, por meio da disseminação de informações sobre o período menstrual e da distribuição de kits de absorventes higiênicos femininos (diurnos e noturnos), mensalmente, para as meninas que já menstruam; e a redução no número de faltas das alunas em dias letivos por conta do período menstrual, evitando prejuízos relacionados à aprendizagem e ao rendimento escolar.

“Nós acreditamos que estamos ajudando a transformar a realidade dessas meninas e mulheres, levando dignidade e proporcionando uma rotina saudável e segura durante o período menstrual”, avalia o ex-prefeito e idealizador do projeto, Camilo Martins.

 

Quer participar do grupo de WhatsApp do Palhocense?
Clique no link de acesso!



Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg