f8cd4f6b92c2fc70f0e82ac7e1a42880.jpg Vacinação em SC: estado ultrapassa 5 milhões de pessoas com esquema vacinal completo

1069b9477a3a0d2f867498dc62b62e0e.jpeg Campanha quer melhorar autoestima de mulheres em situação de vulnerabilidade

5f9a9fdb32314194b4a64723f76fca64.jpeg Membros da comunidade se mobilizam para preservar vegetação na Pedra do Urubu

de47197475943f65b8890285981920fa.PNG Inspirada por Nelson Rodrigues, escritora de Palhoça lança livro de contos

c64875ae6408469efef36af9aa564775.jpeg ViaCatarina recebe mais uma edição da Feira do Artesanato

9570bba7c4646e5c724a73492d325f77.jpeg Produzido em Palhoça, EP de estreia de Yaju está disponível nas principais plataformas digitais

d6d50a1ca4d89a2580356c2c407d6130.jpeg Atletas da FMEC conquistam medalhas no Brasileiro de taekwondo

27e11cacd416c88131ac3f88f6e81065.jpg Copa do Mundo de Amadores contará com dois times de Palhoça

06dcb5028c047a5c6a4971990792762d.jpeg Halterofilismo: Rogério Anderle é campeão no Sul-Brasileiro 2021

b056d29d794b5e1bd70c65f106382a3b.jpg Governador Carlos Moisés abre a 60ª edição dos Jasc e destaca investimentos históricos no esporte

Rua em estado precário

Na Laura Elisa da Silva, não tem tempo bom: é alagamento em dia de chuva e mau cheiro em dia de sol

8ea1cd9df09dcff0f4faef5c3893f1cc.JPG Foto: NORBERTO MACHADO

Texto: Isonyane Iris


Com o calçamento apenas até a metade da rua e com uma rede pluvial que não funciona, os moradores da rua Laura Elisa da Silva, na Guarda do Cubatão, pedem providências à Prefeitura. Cansada de inúmeras promessas, a comunidade pede que algum parecer seja dado sobre a situação da rua, que em dias de chuva tem ficado completamente alagada, e em dias de sol, tem incomodado os moradores por causa do mau cheiro.
Segundo os moradores, já faz alguns anos que a rua está nessa situação, mas se agravou depois que a Prefeitura teria feito uma rede pluvial de água com uma queda para o fundo da rua, fazendo com que o retorno da água não funcione. A rua, que é de estrada de chão, acaba também contribuindo para que as bocas de lobo fiquem cheias de terra, lixos e algumas até completamente obstruídas. Para piorar a situação, alguns moradores estariam despejando o esgoto na rede pluvial, o que estaria sendo responsável pelo mau cheiro que fica na rua. “Eu liguei, comuniquei a situação já faz mais de um ano e nunca apareceram. Com o problema do esgoto, nós tentamos resolver de alguma forma, temos alguns pontos que já foram concretados e diante disso a rede se tornou inutilizada. Serve apenas para resto de lixo, entulho e depósito de esgoto irregular”, lamenta a moradora Ani Cris Seidler Martins.
Segundo relatos, há dois anos iniciaram o calçamento da rua. Houve até uma mobilização por parte dos moradores. “Afinal, quem não quer ver sua rua calçada? Eu venho fazendo contato com o secretário de Infraestrutura, com a Prefeitura, mas não temos retorno. Ele veio apenas com uma máquina patrola, passaram na rua e rasparam, mas não nivelaram. Virou uma bagunça”, lamenta Ani.
Os moradores questionam por que a Prefeitura teria calçado apenas o começo da rua e não teria dado continuidade ao trabalho. “Soubemos que uma parceria foi feita entre a Prefeitura e uma construtora por causa dos prédios construídos no começo da rua, onde a Prefeitura doou todo o material, e a construtora, a mão de obra. Na época, houve uma briga, porque eles depositaram todo o material em frente das nossas casas. Eles iniciaram o calçamento com a promessa de continuidade, mas finalizaram em frente aos prédios e foram embora”, contam os moradores, lembrando que recentemente a Prefeitura teria ido até a rua e colocado material apenas no começo, deixando os demais moradores apenas com a promessa de que retornariam com mais material, mas até hoje nada foi feito. 
Em dias de chuva, a situação é muito complicada, principalmente por causa da água que acumula em frente às residências. “A gente pede tanto para as autoridades nos ajudarem, mas não fazem nada. Aqui é horrível em dias de chuva, fica uma verdadeira piscina, sem contar o limo, o cheiro do esgoto que levanta com a água da chuva. Não aguentamos mais essa situação, queremos muito que a Prefeitura tome uma providência”, pede a moradora Marivania Tonet Fiorentin.
“A calçada fica coberta por água, um cheiro insuportável. Não aguentamos mais essa situação, um risco para todo mundo. Seria muito bom a Prefeitura tomar uma providência, nós não aguentamos mais viver nessa situação”, pede Janis Ribeiro da Rosa, também moradora da rua.

O que diz a Prefeitura
A Secretaria Municipal de Infraestrutura explica que a pavimentação da rua Laura Elisa da Silva está em planejamento e seu projeto técnico será elaborado, aguardando a liberação de recursos para sua execução. Paralelamente, a Secretaria Municipal de Serviços Públicos informa que realiza patrolamento no local frequentemente e que fará nova manutenção em breve. A Vigilância Sanitária, por sua vez, comunica que está averiguando a existência de irregularidades e a identificação dos responsáveis para a tomada de decisões, tais como lacres em ligações clandestinas de esgoto e instauração de processo administrativo. 



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg