Samae conserta vazamento no São Sebastião

Cano foi estourado por uma máquina que realiza obras de drenagem e pavimentação na rua Maria Vieira dos Santos

d12f6f54ffc4e301d9a7b9f2674ce157.jpg Foto: SOFIA MAYER

Moradores da rua Maria Vieira dos Santos, no São Sebastião, enfrentaram um problema daqueles na última terça-feira (3). A vizinhança afirma que tudo começou quando um cano estourou no início da madrugada, jorrando água sem parar por, pelo menos, 12 horas. Como a força do vazamento aumentou ao longo do dia, a água chegou a entrar em terrenos domésticos e a locomoção de veículos e pedestres ficou limitada ao longo de toda a via. A Samae, companhia responsável pelo abastecimento de água em Palhoça, já fechou o vazamento.

Segundo Rosimeri Silva Rodrigo, uma das moradoras mais afetadas, o problema começou quando um carro atolou, pouco depois da meia-noite, na frente da sua casa, perfurando um dos canos. A força do escape aumentou ao longo do dia, e os residentes tiveram que improvisar passagens com tábuas de madeira para transitar.

Sandra Regina de Matos e a companheira foram algumas das pessoas que não conseguiram sair de casa para suas atividades. “Ela estava saindo às 6 horas com a moto e atolou. Ela não foi trabalhar, não conseguiu sair nem de um lado, nem de outro. Eu (também) não fui”, explica Matos. Para irem à escola, as crianças tiveram que solicitar um motorista por aplicativo.

A versão da Samae é a de que o incidente foi causado por máquinas. A via está em obras de drenagem e pavimentação, e tem investimento previsto em R$ 632.124,38.



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg