Coluna Policial - Edição 692

Polícia recupera laptop roubado na Unisul e prende receptadores

e7d394b7f8a2bc3c97e597fff37e97c0.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO

NOTEBOOK RECUPERADO
A Polícia Civil de Palhoça prendeu em flagrante três homens pela prática do crime de receptação qualificada, na tarde de segunda-feira (3). Os investigados foram flagrados em loja de assistência técnica na Ponte do Imaruim vendendo um notebook furtado. Um dos detidos ainda foi autuado pelos crimes de resistência e de falsa identidade. Avaliado em R$ 13 mil, o computador foi furtado dentro das dependências do campus da Unisul, na Pedra Branca, no dia 20 de maio. O inquérito policial segue em andamento.


PRESO AUTOR DE HOMICÍDIO
O acusado do assassinato de um idoso de 62 anos ocorrido no Brejaru em janeiro do ano passado foi identificado pela Polícia Civil. A vítima foi encontrada sem vida em via pública, apresentando diversos ferimentos causados por disparos de arma de fogo. Não foram identificadas testemunhas que pudessem auxiliar nas investigações, mas, pelas características do crime, os investigadores intuíram que havia sido cometido por indivíduos ligados ao crime organizado.
As investigações na Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Palhoça perduraram até o início de 2019, quando as provas angariadas possibilitaram a conclusão do inquérito policial, com pedido de prisão preventiva em desfavor do autor dos disparos, um homem de 30 anos que já cumpria pena no Complexo Penitenciário de São Pedro de Alcântara em razão de outros procedimentos realizados pela DIC de Palhoça.


ASSALTO A MERCADO
Horas depois de praticarem um assalto a um mercado de Palhoça, três criminosos foram presos pelas guarnições do 16º Batalhão da Polícia Militar de Santa Catarina. Os policiais apreenderam dois simulacros de pistola e todo o dinheiro roubado foi devolvido à vítima.


AMEAÇA CONTRA MULHER
Na manhã de sexta-feira (31), policiais civis da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso de Palhoça deram cumprimento ao mandado de prisão preventiva em desfavor de um homem de 40 anos de idade, por ameaça contra mulher e por descumprir decisão judicial que defere medidas protetivas de urgência previstas na Lei Maria da Penha. Após os procedimentos legais, ele foi encaminhado para a Casa do Albergado, em Florianópolis.


PRESO LADRÃO DE FARMÁCIAS
Em março, a DIC de Palhoça finalizou os últimos procedimentos que apuravam a prática de crimes de roubos com emprego de arma de fogo em estabelecimentos comerciais - especialmente farmácias. As investigações revelaram que o suspeito, um homem de 33 anos, sempre se utilizava do mesmo modo de agir, o que culminou no esclarecimento da autoria dos crimes. O mandado judicial foi cumprido na Penitenciária da Capital, onde o investigado se encontra atualmente e aguarda o julgamento à disposição da Justiça.



Galeria de fotos: 4 fotos
Créditos: DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO
Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif