Abaixo-assinado pede hospital em Palhoça

A meta é alcançar 10 mil assinaturas e posteriormente levar o documento ao Governo do Estado e ao Governo Federal

fea083d54c8a13076dc30e236fe357f1.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO

O deputado federal Hélio Costa lançou um abaixo-assinado virtual convidando a população para participar do processo de mobilização para a construção de um hospital público em Palhoça. O parlamentar fez um estudo sobre as demandas e necessidades do município de 175 mil habitantes que é o único entre os grandes da Região Metropolitana que ainda não possui uma unidade hospitalar.

 

A meta é alcançar 10 mil assinaturas e posteriormente levar o documento ao Governo do Estado e ao Governo Federal. “Eu e minha equipe passamos o último mês coletando muitas informações sobre a necessidade de um hospital em Palhoça. Lançamos essa ação que é um tipo de petição pública informal e vai contar com a participação direta do povo”, disse.

 

O deputado afirmou que o hospital é um pedido antigo da população. “Isto não é um plano do Hélio Costa, mas apenas resposta às centenas de pedidos que recebi nos últimos meses. Palhoça merece e precisa de mais estrutura na área de saúde pública”, ponderou.

 

Para assinar, basta entrar em https://bit.ly/GabineteAberto1

 

Estudo sobre Palhoça

O projeto “Gabinete Aberto”, lançado pelo deputado Hélio Costa este ano, elaborou um estudo sobre o município de Palhoça. Confira as informações abaixo:

 

Com 175.272 habitantes, a cidade é a terceira mais populosa da Grande Florianópolis e a nona do Estado.

Considerando os vizinhos próximos, Palhoça é o único município que não tem unidade hospitalar.

São José, Biguaçu, Santo Amaro da Imperatriz e a Capital Florianópolis têm centros hospitalares e recebem, consequentemente, os cidadãos palhocenses para atendimento.

De acordo com o IBGE, Palhoça foi a segunda cidade que mais cresceu em população, de 2019 para 2020, entre as principais cidades da região metropolitana. Somando-se a Florianópolis, Biguaçu e São José, o município faz parte de um universo de 1.003.765 pessoas.

 

Conforme dados do Ministério Público de Santa Catarina, existe uma demanda represada considerável de atendimento no município. São:

15.261 pessoas aguardando exames;

11.500 esperando por consultas;

1.092 na fila esperando por cirurgias eletivas;

284 outros casos;

 

Atualmente, a UPA 24 horas do Bairro Bela Vista serve como ponto de referência. Somente de janeiro a março deste ano, a UPA 24 horas fez quase 30 mil atendimentos adultos e pediátricos. A unidade recebe muitas pessoas acidentadas nas rodovias para estabilização.

 

8 Razões para Construir o Hospital

1- O Hospital Regional de São José foi o último de grande porte construído na Grande Florianópolis, inaugurado em 25 de fevereiro de 1987;

2- O serviço de Ortopedia do Hospital Regional, que é referência no Estado, já está trabalhando com sua capacidade no limite;

3- De 1987 para cá, a população triplicou em Palhoça (Hoje com 175.272 pessoas) e na Grande Florianópolis;

4- Aumento expressivo no número de partos, proporcional ao aumento da população;

5- Demora na fila de espera por cirurgias eletivas de baixa e média complexidade;

6- Falta uma Unidade Hospitalar de referência para completar a rede de saúde no município;

7- Aumento expressivo na quantidade de pacientes com traumas ortopédicos e estes aguardam em casa por cirurgias;

8- Dificuldade no acesso aos Hospitais de referência (o que tende a aumentar nos próximos anos), causada em grande parte pelo trânsito da região;

 

Onde ele será construído?

Palhoça conta com dois terrenos para a construção do hospital. Um de 24 mil metros quadrados no Bairro Nova Palhoça, pertencente ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina. O outro de 18 mil metros quadrados é da Secretaria de Estado da Saúde e fica entre os bairros Bela Vista e Aririú.

 

Quer participar do grupo de WhatsApp do Palhocense?

Clique no link de acesso!



Galeria de fotos: 2 fotos
Créditos: DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg