2bcce634871ed1468e7351608bbebb70.jpg Vacinação em SC: Estado distribui doses nesta terça para vacinar adolescentes contra a Covid-19

df6918034d4114166d85ee70d1d48414.jpg Cerca de 4 mil beneficiados do SC Mais Renda ainda não buscaram seus cartões

24ad3550b5edf4882c4dd519fdf7be25.jpeg SC Transplantes registra recuperação em número de doações de órgãos

dbcd3da33f56f29f2f6a7dcf20c532df.jpg Palhoça é a primeira cidade de SC a concluir o programa Salto em 2021

cea913637f9993044e2d593d2c8c58a5.jpeg Professor de Ecologia e Oceanologia aborda exploração de petróleo

5e23d8c4a62a022f340e9d6aa9d81f61.jpeg PBec Brasil completa 11 anos de história no futebol palhocense

e228afe0fbb6efb4982272fb3b076d56.jpeg Tocha se destaca em reestreia do Campeonato Paranaense de BMX

72f487649eea6e06499c8aad717c7939.jpg Rodada do Campeonato Palhocense de Juniores é cancelada por suspeita de Covid-19

fb7c595c0003a6d5a1d67ae4342a585b.jpeg Apostando em jovens talentos, Guarani encerra Série B em quinto lugar

5d4a40de45338ded326da1392547a49a.jpeg Paratleta de Palhoça é homenageada por participação em Tóquio


“Eu me sinto 100% bem”

Prefeito Camilo Martins conta ao jornal Palhocense como foi enfrentar a Covid-19

9f306a1b2b1cfec3c402addd09486788.jpg Foto: ADRIEL DOUGLAS/PMP/DIVULGAÇÃO

O prefeito de Palhoça, Camilo Martins (PSD), já está recuperado da Covid-19. O prefeito realizou um novo teste e descobriu que está totalmente livre do Sars-Cov-2. “Eu me sinto 100% bem. Fiz o segundo exame e não transmito mais o vírus”, revela o prefeito.

Camilo acredita que tenha sido infectado através do contato com seu irmão ou seus pais. Sua mãe, Ana Luci, e seu pai, o deputado estadual Nazareno Martins (PSB), chegaram a ficar internados para o tratamento da doença.

Logo que teve os primeiros sintomas leves, Camilo fez o teste rápido, que deu negativo. Depois de três dias, fez outro teste, o RT-PCR (considerado o “padrão ouro” ou “padrão de referência”, é o exame que identifica o vírus e confirma a Covid-19. Para isso, o teste busca detectar o RNA do vírus, através da amplificação do ácido nucleico pela reação em cadeia da polimerase), em virtude da confirmação da infecção dos pais. Desta vez, o resultado foi positivo. Olhando em perspectiva, o prefeito acredita que pode ter “relaxado” nas medidas recomendadas, em algum ponto, e por isso acabou também contraindo o novo coronavírus. “Eu tomava todas as precauções necessárias, mas depois de ter positivado, percebi que não, possivelmente porque em algum momento a gente acaba relaxando com os cuidados”, relembra.  

Camilo conta que superou a doença sem maiores problemas e nem chegou a tomar medicação. “Tive um pouco de dor no corpo, que durou algumas horas, e sintomas de resfriado. Em todos os outros dias, segui assintomático”, detalha o prefeito. 

Mesmo em isolamento, Camilo Martins conta que manteve o ritmo acelerado de trabalho: “O meu isolamento foi de muito trabalho, por videoconferência, para continuar administrando a cidade, com ações, obras e planejamento. Confesso que como o meu isolamento foi de muito trabalho, passou rápido. No entanto, ficar em casa não é o que eu mais gosto. Prefiro estar na rua, ouvindo a nossa gente e fazendo o melhor pela cidade”. 

O trabalho, neste caso, também ajudou a distrair das preocupações habituais de quem passa por uma doença como a Covid-19, altamente contagiosa e perigosa. “Uma das principais preocupações era me restabelecer rapidamente para continuar trabalhando pela cidade de Palhoça. Uma vez que os casos estão aumentando em nossa cidade, estamos preocupados em testar os sintomáticos respiratórios e pessoas que tiveram contato com casos positivos. Por isso, a Prefeitura adquiriu testes e a vigilância trabalha com esse monitoramento”, revela o prefeito. 

A lição que Camilo Martins tira dessa experiência peculiar é a de que a prevenção é o melhor caminho. “É algo completamente novo, e muito pouco se sabe sobre o novo coronavírus. O melhor é a prevenção. Precisamos tomar todos os cuidados necessários para diminuir as chances de contágio e a disseminação do vírus, isso inclui não só os cuidados e a higiene, mas respeitar o isolamento quando se é um caso confirmado ou suspeito da doença”, adverte. 

O prefeito diz, também, que o momento é de união para o enfrentamento da escalada da doença na região e defende que cada pessoa faça sua parte, para evitar um cenário que ele prefere não ver acontecer novamente: o de um novo fechamento do comércio. “Vamos ter que aprender a conviver com o vírus. Eu entendo que medidas de fechamento prejudicam e muito a cidade e os moradores, por isso, defendo que as pessoas precisam tomar todos os cuidados necessários, desde higiene correta das mãos; uso de álcool para desinfecção das mãos, superfícies, objetos, etc.; uso de máscara e evitar aglomeração”, reflete. “O momento é de união. É uma guerra, e como eu sempre falo, não vai existir vencedores ou perdedores. Precisamos ter mais empatia uns pelos outros, tenho certeza de que muito em breve vamos voltar à normalidade. Juntos vamos vencer essa batalha”, projeta o prefeito.

 

Quer participar do grupo do Palhocense no WhatsApp?
Clique no link de acesso!
 



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg