Moradores pedem instalação de lombada

O pedido é motivado pelo excesso de velocidade de carros que trafegam na rua Dom Afonso, que liga o Caminho Novo ao Pagani

bc9ffd0bbeed124de2cbe25fc4552d40.jpg Foto: DIVULGAÇÃO

Por: Sofia Mayer*

 

Constantemente, leitores do Palhocense enviam relatos expondo a situação da mobilidade urbana de seus bairros. É o caso de moradores do Caminho Novo, que atentam para a necessidade de lombadas na rua Dom Afonso, que se tornou um importante acesso ao Pagani, depois que deixou de ser uma via local para se tornar coletora. Populares afirmam que a situação compromete a segurança das 80 famílias residentes, já que os veículos costumam passar em alta velocidade no local. As informações dão conta de que problema se concentra, sobretudo, na interseção com a rua Najla Carone Goedert, onde casos de atropelamento já foram registrados. 

Como a rua passou a se ligar à avenida geral do Pagani, possibilitando o deslocamento mais rápido dos condutores de veículos que vêm da região sul do município, o fluxo de automóveis também aumentou. “Em torno de dois meses, já houve dois acidentes com vítimas em frente aos prédios. Vários outros na esquina com a rua que vai para o Pagani, devido à alta velocidade dos carros”, conta um munícipe. De acordo com ele, pedidos para que lombadas sejam inseridas à via vêm sendo realizados há meses. A ideia é proporcionar mais segurança aos moradores, principalmente, às crianças quem andam na rua. 

O leitor conta que os acidentes recorrentes têm gerado transtornos para todos os lados. “Para os familiares das vítimas, e uma imensa sensação de insegurança aos moradores, que até lamentam terem aberto a rua”, conta. 

Quem mora na rua rua Najla Carone Goedert, que cruza com a Dom Afonso, também garante a necessidade das lombadas. “Hoje atropelaram um pet na frente da minha casa. Não foi o primeiro e, com certeza, se não fizermos algo, infelizmente não será o último”, desabafa uma popular. Ela ressalta que há crianças e animais de estimação em grande parte das casas, e teme que a situação saia do controle: “Será preciso uma tragédia com algumas dessas crianças para alguns, para que criem consciência”.

 

O que a Prefeitura diz

A Secretaria Municipal de Infraestrutura e Saneamento afirma que, após melhorias na sinalização horizontal com faixas de alertas, além da vertical, que já existia, os acidentes praticamente cessaram na interseção da rua Dom Afonso com a Najla Carone Goedert.

A Prefeitura declara, porém, que vai verificar a possibilidade da instalação de aparato para redução de velocidade: “A execução de lombadas segue a Resolução n. 600/2016 do Contran, sendo necessário um estudo que demonstre a viabilidade técnica para sua execução”. 

 

* Sob a supervisão de Luciano Smanioto

 

Quer participar do grupo do Palhocense no WhatsApp?
Clique no link de acesso!
 



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg