Paróquia no Centro celebra centenário em maio

Paróquia Senhor Bom Jesus de Nazaré foi inaugurada em 3 de maio de 1921

72c7a9be9e117530cd12755fc72c86a9.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO

Por: Willian Schütz*

De acordo com os registros, a primeira capela de Palhoça foi estabelecida em 1868, onde hoje localiza-se o bairro Passa Vinte. Mas os católicos palhocences pediram por uma paróquia em 1902, 1912 e 1920. Somente no dia 3 de maio de 1921 foi inaugurada a paróquia Senhor Bom Jesus de Nazaré. Com preparativos especiais, o centenário da fundação será celebrado em 2021. 

A paróquia palhocense foi criada por Dom Joaquim Domingues de Oliveira e inicialmente era mantida por padres franciscanos. Somente em 1956 foi nomeado o primeiro pároco diocesano, o padre Ernesto Pretti. 

Hoje, a Senhor Bom Jesus de Nazaré tem como pároco o padre Leandro José Rech. “Infelizmente, por conta da pandemia, nós não podemos fazer uma celebração com grandes festejos, mas teremos uma Missa de Ação de Graças”, revela o padre. 
A missa de celebração do centenário está marcada para o dia 2 de maio, domingo que antecede o aniversário. O evento iniciará às 19h30, e ao final, segundo o pároco, será servido um bolo, para marcar o centenário. 

Além disso, está prevista uma programação online para o mês de maio. Nesse período, uma série de entrevistas com cerca de 20 convidados deverá ser publicada no perfil da paróquia no Instagram (@paroquiadepalhoca). Todos os vídeos serão sobre curiosidades e histórias envolvendo esses 100 anos da Senhor Bom Jesus de Nazaré. Os convidados para a série de entrevistas devem ser divulgados em breve. 

Vale ressaltar que tanto as missas quanto os demais conteúdos da paróquia também são disponibilizados no perfil Paróquia Senhor Bom Jesus de Nazaré no Facebook, bem como no canal da igreja no YouTube (canal Paróquia de Palhoça).

Ainda para celebrar o centenário, dois conteúdos literários estão em processo de organização. Um deles é um folheto com fatos históricos sobre a paróquia, que será distribuído ao longo do mês de maio. O outro será um livro, que resgatará diversos escritos deixados pelo historiador e escritor palhocense Claudir Silveira.

Atualmente, a paróquia, que tem como matriz a igreja localizada no Centro, também atende fiéis das comunidades: Morro do Gato, São Sebastião, Bela Vista, Passa Vinte, Rio Grande, Pedra Branca, Caminho Novo, Belmar e Madri.

* Sob a supervisão de Alexandre Bonfim

 

Quer participar do grupo de WhatsApp do Palhocense?

Clique no link de acesso!



Galeria de fotos: 4 fotos
Créditos: DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg