Representantes das Forças Armadas visitam escola

Escola cívico-militar no Bela Vista foi uma das estruturas visitadas

eb0e70369af89d7295ac9e153df00b5e.jpeg Foto: ANA PAULA FLORES/SED/DIVULGAÇÃO

Representantes das Forças Armadas e da Secretaria de Estado da Educação (SED) realizaram uma visita técnica às duas escolas do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares (Pecim) na região da Grande Florianópolis, na tarde desta sexta-feira (24). O objetivo foi conhecer as instituições onde atuam os militares inativos que auxiliam os gestores das escolas no processo administrativo e didático pedagógico.

Com 645 alunos matriculados, a Escola de Educação Básica Professor Ângelo Cascaes Tancredo, no Bela Vista, foi a primeira a ser visitada pela comitiva. A gestora da escola, Luciana Medeiros Gomes Raulino, apresentou aos visitantes a estrutura da escola recém-inaugurada, que conta com 14 salas de aula, dois laboratórios informática, refeitório, biblioteca, auditório para 196 pessoas, três laboratórios (física, química e biologia), teatro de arena e ginásio. Ela reforçou a participação da comunidade na abertura da escola. “Temos tido o envolvimento e a presença maciça da comunidade escolar desde o início do ano letivo, na primeira semana de fevereiro”, pontuou. Apesar do isolamento social causado pela pandemia da Covid-19, ela afirma que os pais continuam se colocando à disposição para auxiliar nas atividades não-presenciais.

O secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni, destacou a importância do binômio família-escola: “Para nós, é essencial fortalecer o sentimento de pertencimento à escola”.

O capitão de Mar e Guerra do Ministério da Defesa, João Carlos Küster Maia, afirmou que leva da visita a melhor impressão possível: “Esse envolvimento da comunidade é o que idealizamos neste projeto desde o início. Em nome da coordenação nacional do programa parabenizo o esforço contínuo de SC nas ações pela melhoria da qualidade do Ensino aos nossos alunos do Pecim”.

A outra escola visitada foi a Escola de Educação Básica Emérita Duarte Souza, em Biguaçu, fundada em 1966 e que neste ano implantou quatro turmas de Ensino Médio em função do Pecim.

Uggioni aponta que tem como objetivo tornar as escolas selecionadas em SC como verdadeiros modelos para o Pecim nacional: “Nossas estruturas didático-pedagógicas e de gestão têm como acréscimo o apoio dos militares atuando em todas as questões de ambiência escolar, para que possamos empreender esforços na melhoria da qualidade do ensino".

Além do secretário da SED, participaram da visita o secretário adjunto, Vitor Fungaro Balthazar; a coordenadora regional da Grande Fpolis, Grasiela Monteiro Epping; e a representante da SED na interlocução com os militares, Noeli Freiberger. Já o comando militar esteve representado pelo articulador do Pecim SC, capitão Luiz Carlos Joaquim; pelo oficial de Gestão Educacional da ECIM Ângelo Cascaes Tancredo, coronel Ely de Souza Marques Júnior; oficial de Gestão Educacional, capitão Francisco Miks Filho; oficial de Gestão Educacional da ECIM Escola Emérita Duarte Silva e Souza, capitão de Corveta José Fernando Nogueira Miranda.

 

Quer participar do grupo do Palhocense no WhatsApp?
Clique no link de acesso!
 

 



Galeria de fotos: 2 fotos
Créditos: ANA PAULA FLORES/SED/DIVULGAÇÃO ANA PAULA FLORES/SED/DIVULGAÇÃO
Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg