cea913637f9993044e2d593d2c8c58a5.jpeg Professor de Ecologia e Oceanologia aborda exploração de petróleo

31912c67f113f2bc58ba76fe5f16f0c1.jpeg Por meio do Governo do Estado, Epagri Ciram realiza ações de apoio à pesca

05869665556f62f815b6c2a9f54623e6.jpeg Professores e alunos da Ponte do Imaruim reclamam de horários do transporte coletivo

2a46e516208184553913a41ae23578e0.jpeg Através de campanha solidária, evento de Dia das Crianças deve ocorrer no São Sebastião

124a5fd64c0300628c002b6987790ece.jpeg Acusado de matar pelo menos 15 pessoas é preso na Ponte do Imaruim

5e23d8c4a62a022f340e9d6aa9d81f61.jpeg PBec Brasil completa 11 anos de história no futebol palhocense

e228afe0fbb6efb4982272fb3b076d56.jpeg Tocha se destaca em reestreia do Campeonato Paranaense de BMX

72f487649eea6e06499c8aad717c7939.jpg Rodada do Campeonato Palhocense de Juniores é cancelada por suspeita de Covid-19

fb7c595c0003a6d5a1d67ae4342a585b.jpeg Apostando em jovens talentos, Guarani encerra Série B em quinto lugar

5d4a40de45338ded326da1392547a49a.jpeg Paratleta de Palhoça é homenageada por participação em Tóquio


Equipe de basquete de PH disputa Estadual

Omda/Tubarões participou da Copa SC Sub-16 masculina e está inscrita para o Catarinense Sub-20

454af3b468cb02149c202b60babd9e7f.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO

Por: Willian Schütz*

A temporada estadual de basquete começou no último fim de semana, com a estreia da inédita Copa Santa Catarina Sub-16 masculina. Esta é a primeira competição do ano no calendário do basquete catarinense, e entre os times participantes está um representante de Palhoça, o time da Organização para o Movimento e o Esporte Adaptado (Omda)/Tubarões. A equipe palhocense também está inscrita para o Campeonato Catarinense Sub-20.

Entre as participantes da Copa SC Sub-16 na região da Grande Florianópolis, a Omda/Tubarões, do técnico Allan Hatem, é a equipe com menos experiência na disputa. Esta é apenas a segunda vez que o time palhocense participa de um campeonato organizado pela Federação Catarinense de Basketball (FCB) – a primeira vez foi no Estadual sub-12, sub-13 e sub-15 de 2019.

No ano passado, por conta da pandemia, não houve temporada de basquete em Santa Catarina. Com isso, a Omda precisou interromper o trabalho.

A primeira edição da Copa Santa Catarina Sub-16 contou com a participação de 17 equipes, que foram divididas em quatro chaves durante a etapa de classificação. Os melhores de cada chave se classificaram para a Fase Final e vão disputar o título da competição; e os segundos melhores vão disputar a Taça FCB. 

A equipe da Omda/Tubarões integrou a Chave C, junto com o Instituto Baby Basquetebol Cidadania, a Associação Desportiva Instituto Estadual de Educação e a Associação Grande Florianópolis Escola de Basket. Os palhocenses perderam os três jogos da fase classificatória, disputada no último final de semana (dias 17 e 18), e terminaram a competição em quarto lugar na chave.

“Em termos de resultado, a gente ainda não tem grandes expectativas, porque somos a equipe mais nova da região, então, brigamos contra equipes que têm mais tradição e que têm apoio das suas prefeituras. A gente aqui até que consegue fazer um bom trabalho, mesmo sem ter esse apoio”, aponta Tiago Baptista, presidente da Omda/Tubarões e técnico das categorias sub-18, sub-20, adulto e do basquete em cadeira de rodas.

A Omda/Tubarões é uma equipe formada essencialmente por atletas que são da região, uma vez que outros times que contam com mais estrutura, muitas vezes, optam por buscar atletas de outras localidades para reforçar o elenco. “Nosso grande foco é o socioeducacional, especialmente até a categoria sub-15 e sub-16. A gente passa a ter um foco maior em performance após a categoria sub-17. Nosso maior objetivo é formar cidadãos; e obviamente, se pudermos formar bons atletas também e conquistar títulos nas categorias maiores, seria algo muito bem-vindo”, pontua o presidente.


Protocolos de saúde

Antes da competição ter início, os atletas precisaram ser testados para a Covid-19. A testagem rápida ocorreu na sexta-feira (16), no ginásio do campus da Unisul na Pedra Branca. 

Os testes rápidos para Covid-19 fazem parte dos protocolos de segurança da FCB, que também fornece os testes, seguindo os protocolos de saúde desenvolvidos pela Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde e respeitando as resoluções municipais. 

Para isso, a FCB realizou uma logística de compra e distribuição de aproximadamente 500 testes. Segundo informativo publicado pela FCB, além da testagem, uma série de protocolos estão sendo seguidos, como aferição de temperatura, higienização constante dos espaços, álcool em gel em todos os setores do ginásio, garrafinhas de água individuais, uso de máscara de quem não estiver em quadra e distanciamento no banco de reservas, entre outras medidas.

* Sob a supervisão de Alexandre Bonfim

 

Quer participar do grupo de WhatsApp do Palhocense?

Clique no link de acesso!



Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg