cea913637f9993044e2d593d2c8c58a5.jpeg Professor de Ecologia e Oceanologia aborda exploração de petróleo

31912c67f113f2bc58ba76fe5f16f0c1.jpeg Por meio do Governo do Estado, Epagri Ciram realiza ações de apoio à pesca

05869665556f62f815b6c2a9f54623e6.jpeg Professores e alunos da Ponte do Imaruim reclamam de horários do transporte coletivo

2a46e516208184553913a41ae23578e0.jpeg Através de campanha solidária, evento de Dia das Crianças deve ocorrer no São Sebastião

124a5fd64c0300628c002b6987790ece.jpeg Acusado de matar pelo menos 15 pessoas é preso na Ponte do Imaruim

5e23d8c4a62a022f340e9d6aa9d81f61.jpeg PBec Brasil completa 11 anos de história no futebol palhocense

e228afe0fbb6efb4982272fb3b076d56.jpeg Tocha se destaca em reestreia do Campeonato Paranaense de BMX

72f487649eea6e06499c8aad717c7939.jpg Rodada do Campeonato Palhocense de Juniores é cancelada por suspeita de Covid-19

fb7c595c0003a6d5a1d67ae4342a585b.jpeg Apostando em jovens talentos, Guarani encerra Série B em quinto lugar

5d4a40de45338ded326da1392547a49a.jpeg Paratleta de Palhoça é homenageada por participação em Tóquio


Nenén retorna ao futebol amador de Palhoça

Ídolo da Chapecoense, meia armador vai reforçar o Avante, do Pachecos, no Campeonato Palhocense

1d72ef9d9c48fa38f6b1bc2a41142304.PNG Foto: DIVULGAÇÃO

Por: Willian Schutz*

Conhecido como “Nenén”, o meia-atacante Odair Souza está de volta ao futebol palhocense. Ídolo da Chapecoense, tendo disputado mais de 300 partidas com a camisa do clube do Oeste, o jogador deixou o futebol profissional no ano passado, mas não pendurou as chuteiras. Isso porque Nenén chega para reforçar o Avante Futebol Clube, do Pachecos, para a primeira divisão do Campeonato Palhocense.  

Em clima de reencontro, o meia multicampeão se apresentou na sede do Avante na semana passada, onde esteve na companhia de antigos amigos: Aldo João Cristiano, ex-presidente do time do Pachecos; Adinei Adelmo da Silva, que atualmente preside o clube; além do treinador da equipe, Aloísio Adelmo da Silva. Os três conheceram Odair Souza por volta do ano 1999. Na época, Nenén ainda era garoto e chegava no Avante de Palhoça vindo do projeto Moleque Bom de Bola, iniciativa que incentiva os meninos a aprimorarem seus talentos no futebol. 

Após jogar como amador pelo Avante, Nenén trilhou seus passos no profissional. Começou no Guarani de Palhoça e teve passagens por Figueirense, Criciúma, Atlético Paranaense, Goiás, Londrina, Caxias e Veranópolis. Mas foi em 2009, ao chegar na Chapecoense, que sua carreira despontou. 

Vestindo a camisa da Chape, Odair Souza viveu momentos marcantes. Foi campeão catarinense em 2011, 2016 e 2017; teve a oportunidade de disputar a Copa Sul-Americana de 2016 e até jogou um amistoso contra o Barcelona. 

Outro fato marcante é que, por conta de uma lesão, Nenén não pôde disputar a final da Copa Sul-Americana de 2016. Não relacionado, ele estava tratando da lesão quando a delegação da Chapecoense embarcou no voo LaMia 2933 para a Colômbia, na noite de 29 de novembro de 2016. Foi quando o mundo chocou-se com o acidente envolvendo o avião no qual os companheiros de time de Nenén estavam. A aeronave caiu e 71 pessoas morreram.

Odair Souza seguiu na Chape e no futebol, apesar do período difícil. E mesmo após a aposentadoria oficial, ele deve seguir atuando nos gramados de Palhoça e é uma novidade nesta retomada da primeira divisão municipal. A competição deve iniciar em outubro. Mais informações serão divulgadas em breve no site da Liga Palhocense de Futebol (lphf.esp.br). 

* Sob a supervisão de Alexandre Bonfim

 

Quer participar do grupo de WhatsApp do Palhocense?

Clique no link de acesso!



Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg