Palavra Palhocense - Conseg-cambirela-faz-reuniao-e-apresenta-projetos

Conseg Cambirela faz reunião e apresenta projetos

Nova gestão quer fortalecer os laços das comunidades do Sul do município

2a6a29711c3ce4431cc551fe38c148ce.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO

A bacharel em Direito e mestre em Gestão Pública Ádila Márcia Antunes da Silva da Rosa foi empossada presidente na nova diretoria do Conselho Comunitário de Segurança Cambirela (Conseg 274), que abrange localidades da região Sul do município. A diretoria, que ficará encarregada da gestão do Conseg até março de 2020, tem ainda os membros: Salésio Debortoli (vice-presidente); Maria de Fátima de Abreu Borges (primeira-secretária); Andréia Paulo Inácio (segunda-secretária); Alexandre Luis Raymundo da Rosa (Diretoria Social e Assuntos Comunitários); Daniela Maria Melo, Léa Walkiria Severo Machado e Rudimila Neri Cardoso Debortoli (Comissão de Ética e Disciplina).

“Todos são moradores da Praia de Fora, cidadãos de conduta ilibada que formam uma equipe empenhada em desenvolver a filosofia de polícia comunitária junto as comunidades da Praia de Fora, Enseada do Britos e Pontal, estreitando a relação das comunidades com os órgãos da segurança pública. A nova gestão da diretoria do Conseg tem como objetivo promover a integração democrática entre órgãos e sociedade com caráter preventivo, conforme a filosofia de polícia comunitária”, explica a presidente.

A primeira reunião ocorreu na noite da última segunda-feira (30), quando a nova direção deixou clara sua preocupação com a gestão da informação, se comprometendo a levar um tema a ser discutido por meio de palestrantes a cada reunião. A palestra de segunda-feira abordou o tema “Polícia Comunitária e Qualidade Social”, ministrada pelo policial Antonio Fernandes, assessor da Diretoria de Segurança Cidadã do governo do estado de Santa Catarina.

Dentre as novidades que serão implantadas, encontra-se o projeto “Plantão Conseg Ouve a Comunidade”, composto pelos membros do Conseg 274, atendendo ao artigo 19 do Regulamento dos Conselhos de Segurança, que prevê a disponibilização de atendimento comunitário, visando orientar as pessoas da comunidade sobre o encaminhamento de suas sugestões e reivindicações relativas à segurança (o primeiro plantão será no dia 18 de agosto, das 14h às 16h, na base da PM, no loteamento Marivone).

Seus membros também estão buscando capacitações para propor a implementação de um projeto de mediação de conflitos na comunidade.

Outro projeto é o “Urna Itinerante”, que serve para ouvir sugestões, críticas e denúncias da comunidade, e permanece a cada sete dias em um estabelecimento comercial das comunidades.

 



Galeria de fotos: 2 fotos
Créditos: DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO
Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • d83a8831fba6952d386c6501dc64c0ab.jpg